Policial

Operação PC 27 prende 10 pessoas na região

12ª SDP

Mandados foram cumpridos em Ribeirão do Pinhal, Jacarezinho, Carlópolis, Siqueira Campos e Tomazina

Luiz Guilherme Bannwart

A Operação PC 27, deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (24) em diversas cidades do Estado resultou na prisão de 10 pessoas em municípios abrangidos pela 12ª Subdivisão Policial de Jacarezinho. As prisões ocorreram em Ribeirão do Pinhal, Jacarezinho, Carlópolis, Siqueira Campos e Tomazina. Os mandados de buscas também resultaram na apreensão de drogas na região.

Na área da 12ª SDP, cinco pessoas foram presas em Jacarezinho, três em Ribeirão do Pinhal, uma em Carlópolis e uma em Siqueira Campos. Dois mandos de busca e apreensão foram cumpridos em Ribeirão do Pinhal e Tomazina, tendo como resultado a apreensão de 480g de maconha e 13g de cocaína, em Ribeirão do Pinhal. As ações na região mobilizaram 22 policiais civis e 10 viaturas.

A operação aconteceu simultaneamente em todo o território nacional, com a participação dos demais 25 estados e do Distrito Federal. No Paraná, cerca de 550 policiais civis de todas as divisões participam da operação que tem como objetivo combater a criminalidade, assim como cumprir mandados judiciais contra suspeitos pela prática de diferentes tipos de crimes, como roubo, homicídio, estupro e participação em crime organizado, entre outros, além de fazer prisões em flagrante.

De acordo com a Polícia Civil, 123 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Estado. 168 pessoas foram presas por diversos crimes e cinco adolescentes apreendidos.

Conforme o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach, essa operação é resultado de investigações por meio de um trabalho integrado e coordenado por todas as divisões da Polícia Civil do Estado. “É uma grande operação, que exige um planejamento bem detalhado e alta capacidade de coordenação e integração entre as divisões da Polícia Civil. Estamos buscando trabalhar a cada dia mais dessa forma, não só no Paraná, como no país”, afirma.

Rockembach ressalta ainda que, para que a polícia consiga prestar um serviço mais eficiente e melhorar sua capacidade de resposta, as Polícias Civis estão totalmente integradas em todo o Brasil. “Existe uma integração muito forte entre os núcleos de todas as Polícias Civis, há investigações sendo tocadas em conjunto em diversos estados. Essa é a tendência daqui em diante”, afirma o delegado-geral.

A PC 27 é uma iniciativa do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC). O nome é uma referência à união e padronização de todas as Polícias Civis do país.

Deixe um Comentário