Editoriais

O recado do jardim

De: Amadeu Garrido de Paula


Ontem meu jardim, numa planta só de flores verdes, exibiu uma joia vermelha. O frio da noite a murchou, mas compareceu outra na extremidade oposta, amarela e vistosa.

Não são felizes os homens que não acompanham a evolução de seu jardim.

E mais felizes aqueles que captam a mensagem da natureza. Tudo se transforma na realidade multifacetada.

Em compasso com a natureza, assim deveriam movimentar-se nossos pensamentos, sobretudo quando têm reflexos políticos.

Evoluamos em busca do melhor à nação, deixemos um maniqueísmo parecido com uma égua empacada, que nem as pancadas ulcerantes a tiram do lugar.

O Brasil de hoje é exemplo do bifrontismo burro. Se a maior virtude do homem é a coragem, a disposição para transigir é seu corolário, ao contrário dos que reverenciam a congruência irracional a qualquer preço.

Por isso nosso destino está nas mãos dos homens bons e críticos.

Amadeu Garrido de Paulaé Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.

*Para ler mais textos do autor, acesse o Blog Amadeu Garrido de Paula.

Deixe um Comentário