Paraná

Norte do Paraná será um polo de inovação no agronegócio

Assunto foi tratado em reunião do governador Ratinho Junior com empresários e lideranças, na Associação Comercial e Industrial de Londrina

Da Agência Estadual


O governador Carlos Massa Ratinho Junior destacou nesta sexta-feira (12), em reunião na Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), que o Governo planeja transformar o município e a região Norte em um polo de inovação em agritech (tecnologia aliada ao agronegócio). O trabalho engloba Celepar, BRDE, Fomento Paraná, Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento, as universidades estaduais e parcerias com a prefeitura e entidades da sociedade.

Londrina tem potencial para ser a grande aceleradora desse projeto no Paraná, acredita o governador. “A cidade tem se transformado em um centro de inovação, temos centenas de startups atuando na cidade e o Governo quer potencializar isso. Transformar todo esse trabalho numa grande rede de inovação”, afirmou.

“É o que o mundo vem fazendo, isso gera grandes negócios. É uma vocação que Londrina pode assumir para ela. A agricultura está saindo da enxada e migrando para o computador. O Paraná, que é um dos maiores produtores de alimento do mundo, tem que ser o líder desse processo de inovação no agronegócio”, completou Ratinho Junior.

STARTUPS – A proposta encontra respaldo no ecossistema de inovação implantado na cidade, que já conta com mais de 400 startups. Ele foi criado para estimular cinco setores da economia local: saúde, agronegócio, tecnologia da informação e comunicação (TIC), química e materiais, e eletrometalmecânica. O modelo foi criado pela Fundação Certi e pelo Sebrae-PR, em parceria com entidades patronais da cidade.

Na avaliação do governador Ratinho Junior, não há menor possibilidade de se pensar em desenvolvimento econômico sem que não esteja associado a estratégias de inovação. “Tivemos no Vale do Silício há alguns dias e estamos dedicados a acelerar as grandes ideias para o agronegócio. Londrina pode ser uma grande capital de inovação do Brasil”, finalizou.

PAUTAS – No encontro, o governador, empresários e representantes do comércio e da indústria conversaram sobre pautas de interesse da região Norte como obras de infraestrutura viária e no aeroporto, revitalização do Centro de Londrina e integração das forças de segurança para melhorar o combate ao crime. Também esteve na pauta a necessidade de um pedido de apoio à reforma da Previdência.

Segundo o presidente da Acil, Fernando Moraes, há muita expectativa na cidade em torno de questões ligadas ao desenvolvimento econômico. “A principal reivindicação é uma melhoria no quadrilátero central. O governador nos orientou a procurar a Prefeitura para desenvolver um projeto para buscar esses recursos”, afirmou.

Segundo o empresário Valter Orsi, membro do Conselho da Acil, a reunião na sede da entidade demonstra que o Governo quer estar próximo das instituições. “Esse tratamento aberto é muito importante. Sentimos receptividade. O setor produtivo deve gerar riqueza, gerar impostos e atender as demandas da sociedade, principalmente na geração de empregos. Precisamos de uma parceria e percebemos que toda a equipe de Governo está empenhada nisso”, destacou.

INFRAESTRUTURA – Em relação à infraestrutura, o governador disse aos empresários que vai apresentar em breve um banco de projetos executivos para a área, incluindo o viaduto da PUC e a duplicação da PR-445 até Mauá da Serra, duas demandas que constam no documento. Ratinho Junior também afirmou que o Estado vai licitar nos próximos dias as obras dos viadutos da Avenida Angelina Ricci Vezozzo, na zona Norte da cidade, e o da Bratislava, em Cambé.

PARTICIPAÇÕES – Estiveram presentes no encontro o presidente da Celepar, Allan Costa; o diretor-presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento, Eduardo Bekin; o secretário de Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega; o presidente da Cohapar, Jorge Lange; o deputado federal Filipe Barros; e os deputados estaduais Tiago Amaral e Cobra Repórter.

Deixe um Comentário