Economia Paraná

No 1º dia útil, Ratinho Jr anuncia corte de 20% nos gastos de secretarias

Ratinho Jr: “Secretários vão ter a missão de enxugar, segurar gastos, em especial despesas fixas” (Foto: Franklin de Freitas)

Redação Bem Paraná


No primeiro dia útil de seu mandato, o governador Ratinho Júnior (PSD) anunciou hoje o corte de 20% nos gastos de custeio das secretarias e a revisão de todos os contratos e licitações realizados nos últimos 60 dias da gestão de sua antecessora, a ex-governadora Cida Borghetti (PP). Ratinho Jr também confirmou a demissão de pouco mais de 3 mil ocupantes de cargos comissionados, e a devolução do avião alugado pelo Estado para uso do governador. As medidas foram anunciadas antes da primeira reunião do secretariado do novo governo, no Palácio Iguaçu.

“Os secretários vão ter a missão de enxugar, segurar gastos, em especial despesas fixas para que a gente possa fazer um bom caixa para o governo, para honrar os compromissos que nós temos com a população a partir de hoje”, explicou Ratinho Jr.

“Nós vamos também fazer um decreto para serem revistos nos últimos 60 dias os contratos, licitações. Enfim, vamos dar uma analisada em tudo aquilo que foi feito para ver o que é necessário, emergencial, urgente e prioridade, e para ver também o que não é para a gente poder remanejar esses recursos para outras áreas que nós entendemos que posse ser melhor utilizado esse dinheiro”, afirmou o governador.

Poucos dias antes da posse, a equipe de Ratinho Jr chegou a pedir ao governo Cida Borghetti (PP) que fosse suspensa a assinatura de contrato para serviços de dragagem nos portos de Paranaguá e Antonina, no valor de R$ 400 milhões. A equipe de Cida, porém, rejeitou o pedido, alegando que o fechamento do contrato concluía um processo de licitação iniciado no começo de 2018, e que tudo foi feito de acordo com a lei.

O governador também confirmou a exoneração de servidores comissionados. “Isso de praxe, os governos que estão saindo fazem liberando esses espaços para o governo que está entrando. Isso não foi feito, nós respeitamos a decisão. Então nós estamos fazendo para que a gente possa rever esses espaços e colocar pessoas nessas áreas”, disse.

Ratinho Jr destacou que a primeira medida de sua administração foi a redução do número de secretarias de 28 para 15.

Deixe um Comentário