Agronegócios

Neat-Uenp prepara profissionais da Emater para atender agricultores orgânicos no Norte Pioneiro

A formação veio ao encontro da necessidade de aumentar o atendimento aos agricultores que desejam produzir com manejo orgânico

Foto:  Jean Guerino

Daniani Souza – Assessoria

No sdias 27, 28 e 29 de março o Neat (Núcleo de Estudos de Agroecologia e Territórios) da Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná) Campus Luiz Meneghel, realizou o segundo Curso de Olericultura Orgânica do Norte Pioneiro para os profissionais do Instituto Emater da unidade regional de Santo Antônio da Platina. A formação veio ao encontro da necessidade de aumentar o atendimento aos agricultores que desejam produzir com manejo orgânico.

Segundo o engenheiro agrônomo, Maurício Castro Alves, gerente da Regional de Santo Antônio da Platina, o curso foi destinado a 14 técnicos envolvidos em um projeto para desenvolver a agricultura orgânica no intuito de qualificar e requalificar estes profissionais para levar a informação de qualidade para os produtores. Maurício lembra que a regional conta com 34 agricultores certificados, 54 em processo de certificação, uma associação com unidade de processamento certificada, além de uma cooperativa de orgânicos. A expectativa é dobrar estes números. “Os números provam que temos o potencial de produzir orgânicos, de criar novas associações e cooperativas e o mercado está favorável, já que empresas estão procurando a nossa região para comprar orgânicos”, acredita o agrônomo.

Foto: Jean Guerino

O coordenador do Neat, engenheiro agrônomo, Prof. Dr. Rogério Macedo, avalia que o curso foi elaborado com temas estratégicos para que os extensionistas da Emater consigam atender e orientar os produtores. “Tivemos palestras sobre tecnologias orgânicas, mercado, certificação, enfim temas que tragam a segurança necessária para que os técnicos possam passar para os agricultores e trazer aqueles que fazem o manejo convencional (com uso de agrotóxicos) para o orgânico”, destacou.

Dentre os temas ofertados no curso estão: implantação e manejo das culturas de tomate,pimentão, pepino, morango, folhosas, raízes e tubérculos na agricultura orgânica; Sistemas Agroflorestais como estratégia de geração de renda; Canais de comercialização; Organização e processo de aquisição de alimentos da agricultura familiar; e Certificação orgânica.

O Neat trabalha com a política pública de certificação de produtos orgânicos,Paraná Mais Orgânico, que presta assistência técnica e auxilia todo o processo de certificação de forma gratuita para o agricultor familiar. Atualmente o Paraná Mais Orgânico, em parceria com a Emater e o Tecpar está com 40 agricultores certificados na região.

O professor ainda lembrou que produtos orgânicos são aqueles livres de qualquer tipo de agrotóxicos, adubação química, sementes transgênicas dentre outros contaminantes. Eles são qualificados como: Socialmente Justo, Economicamente viável, e Ecologicamente Sustentável. Para garantir que este produto atende as normas da Legislação do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento)este agricultor recebe um certificado e só então os produtos podem ser comercializados com selo do SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica).

Deixe um Comentário