Paraná

Municípios confirmam serviços da Sanepar por mais 30 anos

De: Agencia de Noticias


A Sanepar renovou nesta sexta-feira (29) o contrato de concessão dos serviços de abastecimento de água e de esgoto sanitário com os municípios de Santa Amélia (Norte Pioneiro), Arapoti (Campos Gerais), Santa Tereza do Oeste (Oeste), Floresta (Norte) e Cianorte (Noroeste). Os contratos são para os próximos 30 anos.

“A medida é importante para os moradores dessas cidades, que terão a garantia de serviço de saneamento de qualidade pelas próximas três décadas. Isso impacta diretamente na saúde da população”, afirmou a governadora Cida Borghetti, no ato de assinatura da renovação do contrato, no Palácio Iguaçu.

A renovação prevê obras de ampliação ou remodelação dos sistemas públicos de abastecimento de água, conforme o Plano de Saneamento Básico de cada município. De acordo com o presidente da Sanepar, Sergio Veronese, isso representa um avanço para a Sanepar. “A empresa hoje presta serviços em 346 municípios no Paraná. Renovamos mais esses contratos, que se refletirão na qualidade de vida das pessoas”, disse ele.

AUDIÊNCIAS – Segundo Veronese, os contratos foram apresentados em audiências públicas e passaram por aprovação nas Câmaras de Vereadores. O contrato estabelece repasse mensal de um percentual do faturamento da Sanepar no município para o Fundo Municipal de Saneamento Básico e Ambiental. Os recursos serão geridos por um conselho municipal. As prefeituras terão desconto de 50% no valor da conta de água dos prédios públicos.

MAIS SAÚDE – Os prefeitos também ressaltaram o reflexo do investimento em saneamento sobre a saúde e bem-estar da população. Segundo a prefeita de Arapoti, Nerilda Aparecida Pena, o índice de coleta e tratamento de esgoto no município é de cerca de 62% e a previsão é chegar a 80% em 2025. “A ampliação representa mais qualidade de vida para as pessoas”, afirmou.

O prefeito de Cianorte, Claudemir Bongiorno, disse que hoje cerca de 58% da população da cidade tem tratamento de esgoto, a previsão é que esse número chegue a 80% nos próximos anos. Ele explicou que está prevista a mudança na captação da água de um rio que para outro. Hoje a captação é feita no rio Corujinha, que não tem mais potencial para abastecer a população. Com a mudança, a captação passará a ser feita no rio Ligeiro. “O investimento, de mais de R$ 43 milhões, inclui obras para ampliar o tratamento de esgoto“, informou. A previsão é chegar a cerca de 80% até 2020.

Com a renovação do contrato, a previsão é de que até 2021 o município de Floresta chegue a 50% de coleta e tratamento de esgoto, segundo o prefeito Ademir Luiz Maciel. Já em Santa Tereza do Oeste, explicou o prefeito Elio Marconiak, cerca de 70% da população deve contar com esgoto sanitário até 2020. Em Santa Amélia a Sanepar prevê 30% de saneamento até 2020 e de 95% em 2025, disse o prefeito Jarbas Carnelossi.

PRESENÇAS- Participaram da reunião diretor comercial da Sanepar, Mario Celso; o diretor de Operações da Sanepar, Paulo Dedavi; o diretor jurídico da Sanepar, Eduardo Tesseroli, e o diretor de Relações com Investidores, Jaques Schinemann.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Deixe um Comentário