Ibaiti

Mulher encontrada morta em casa com pescoço cortado foi estuprada

Suspeito foi preso na tarde de sábado e confessou autoria dos crimes; Denis Piedade, 40 anos, praticou outros quatro estupros  

O corpo de Neusa de Oliveira foi encontrado nu dentro do quarto da sua casa
CRÉDITO: Divulgação – PCPR e Divulgação -PMPR

Luiz Guilherme Bannwart


A Polícia Militar prendeu na tarde de sábado (25), Denis Oswaldo Silva Piedade, 40 anos, assassino confesso de Neusa Rosa de Oliveira, 59 anos. O crime aconteceu na sexta-feira (24), no distrito do Campinho, em Ibaiti, e chocou os moradores do município e as equipes policiais que trabalharam no caso em razão da violência empregada contra a vítima.

Conforme a PM, Neusa foi encontrada sem vida, caída em seu quarto. Ela estava nua e com o pescoço cortado. A casa estava toda revirada e foram furtados um botijão de gás, uma TV e algumas panelas. A vítima morava sozinha.

Na tarde de sábado, após várias diligências ininterruptas realizadas por policiais militares da Agência de Inteligência do 2º BPM e investigadores da Polícia Civil, o suspeito foi abordado por policiais militares de Conselheiro Mairinck na BR-153, próximo ao trevo de acesso a Jundiaí do Sul.

Denis Oswaldo Silva Piedade confessou ter assassinado, estuprado e roubado Neusa Rosa de Oliveira, indicando onde vendeu os objetos subtraídos da vítima, que foram recuperados em locais distintos. 

Sobre a faca utilizada para matar a vítima, o assassino confesso disse aos policiais que quando fugiu do local do crime, correndo por um canavial, ele quebrou a faca e a jogou em um riacho. 

Denis já foi preso anteriormente pelo cometimento de quatro estupros e foi colocado em liberdade provisória em setembro de 2019. Em abril deste ano ele voltou a morar no distrito do Campinho. 

O assassino recebeu voz de prisão e foi encaminhado à 37ª Delegacia Regional de Polícia de Ibaiti.

Deixe um Comentário