Quatiguá

Mulher é brutalmente assassinada pelo ex-marido em Quatiguá

Camila Rocha, 29, teve afundamento de crânio provocado por um botijão de gás; autor possui várias passagens por violência doméstica

Luiz Guilherme Bannwart


Camila Borges teve afundamento de crânio provocado por um botijão de gás
CRÉDITO: Arquivo pessoal

Um crime bárbaro chocou os moradores de Quatiguá (Norte Pioneiro paraense) no início da tarde desta terça-feira (26). Uma mulher de 29 anos, identificada como Camila Domingues Borges, foi brutalmente assassinada por seu ex-marido, Marcelo Gabriel da Rocha, 40, que confessou ter utilizado um botijão de gás para golpear a vítima na cabeça.

Camila teve afundamento de crânio e morreu antes da equipe de socorristas chegar ao local. De acordo com o Setor de Comunicação Social da Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 13h40 e o autor fugiu em um VW Gol de cor vermelha, com placas de Quatiguá.

Pouco tempo depois de praticar o crime, o assassino ‘furou’ um bloqueio policial na PR-272, em Pinhalão, e foi perseguido até Japira, onde foi cercado e preso em flagrante por feminicídio. Marcelo Gabriel da Rocha foi encaminhado à 37ª Delegacia Regional de Polícia de Ibaiti.

Marcelo da Rocha foi preso na PR-272, pouco depois de assassinar a ex-mulher
CRÉDITO: Gilson Sarrafho / Informe Policial

Conforme a PM, Rocha possui diversas passagens por violência doméstica – que tiveram início em 2011 – e, até o dia 18 de janeiro, estava preso por descumprimento de medida protetiva que garantia a integridade física de Camila Domingues Borges.

O casal tem um filho de 12 anos, que, segundo o assassino, estaria na escola no momento do crime.

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: