Siqueira Campos

MPPR pede adoção de medidas preventivas em festa religiosa

Paróquia terá que adotar medidas preventivas ao coronavírus durante festa do Senhor Bom Jesus

Imprensa MPPR


O Ministério Público do Paraná (MPPR), por meio da Promotoria de Justiça de Siqueira Campos, no Norte Pioneiro do estado, firmou termo de compromisso de ajustamento de conduta com a Paróquia do Divino Espírito Santo, para que sejam observadas todas as medidas sanitárias preventivas ao contágio por coronavírus (Covid-19) nas atividades religiosas por ocasião da festa religiosa quer acontece neste mês. 

O documento tem em vista, especialmente, o período de celebração ao padroeiro da cidade, Senhor Bom Jesus da Cana Verde, que acontece durante a primeira quinzena de agosto. Nessa época, o santuário local costuma receber dezenas de milhares de pessoas, tanto de cidades paranaenses quanto do interior paulista.

Entre as cláusulas do termo, está a obrigação da paróquia de observar a ocupação máxima de 30% da capacidade de lotação do local da celebração, com distribuição prévia de senha para os fiéis. 

As celebrações deverão ter horário rígido de início e término, a fim de evitar aglomerações na entrada e na saída do santuário. Além disso, a tradicional festa não ocorrerá nos moldes dos anos anteriores, havendo apenas a entrega de alimentos com venda antecipada. Não serão permitidas refeições no local.

O TAC prevê ainda fiscalização da festividade pela Vigilância Sanitária do município, com apoio da Polícia Militar – as duas instituições também são signatárias do documento. Em caso de descumprimento, foi fixada multa à paróquia.

Deixe um Comentário