Siqueira Campos

MPPR firma TAC com organizadores de copa de futsal em Siqueira Campos

Objetivo é garantir respeito à legislação e segurança do público que participa dos eventos esportivos

Da Assessoria


Em Siqueira Campos, Norte Pioneiro do Paraná, foi firmado termo de ajustamento de conduta (TAC) entre o Ministério Público do Paraná (MPPR) e a organização da 6ª Copa Marcos Antônio de Carvalho de Futsal 2019 para regularização de algumas condutas indevidas observadas pela Polícia Militar na competição, iniciada nesta semana na cidade. A intenção do MPPR, representado pela Promotoria de Justiça da Comarca, é garantir que seja respeitada a legislação vigente quanto a esse tipo de evento.

No TAC, a Promotoria relata que os representantes da PM procuraram o Ministério Público na terça-feira, 29 de outubro, para noticiar que foram ao campeonato no dia 28 e observaram torcedores utilizando fogos de artifício, além da comercialização de bebidas em latas. Essas situações ferem o Estatuto do Torcedor (Lei Federal 1.0671/2003) e a Lei Estadual 19.128/2017, que dispõe sobre a venda e consumo de bebidas alcoólicas em estádios, além de colocar em risco as pessoas que vão acompanhar os jogos.

Jogo – O MPPR elaborou então o termo de ajustamento de conduta, que foi assinado nesta quarta-feira, 30 de outubro, pelo diretor de esportes do campeonato, responsável pelo evento, prevendo a fiscalização da venda de bebidas e a realização de revista para evitar que o público ingresse no estádio com itens proibidos. Cópia do documento também foi enviada ao Comando da Polícia Militar de Siqueira Campos.

Para a partida prevista para esta noite a situação deve estar regularizada. Caso haja desrespeito ao TAC será aplicada multa para os organizadores da Copa de Futsal.

Deixe um Comentário