Siqueira Campos

MP vai investigar uso de máquina da prefeitura em propriedade particular

Irregularidade teria beneficiado família do chefe do Departamento de Obras, Alisson Santos 

O diretor do departamento de Obras, Alisson Ribeiro: acusação e investigação do MP
CRÉDITO: ARQUIVO PESSOAL

Agência Criativa – David Batista


Investigadores da Polícia Civil estiveram na quarta-feira, 15, em uma propriedade no rural no Bairro Água Grande no município de Siqueira Campos, de propriedade da família do Secretário de Obras Alisson dos Santos. A presença da polícia na propriedade atendeu uma solicitação do Ministério Público, que recebeu a denúncia de que uma máquina da prefeitura estaria realizando trabalhos em uma propriedade particular. 

No local os policiais registram imagens. Segundo o delegado Juliano Fonseca, além das fotos, a equipe ouviu moradores do local e seus depoimentos farão parte do inquérito que está sendo montado para apurar as responsabilidades do secretário.  

Em entrevista à uma rádio local, Alisson Santos afirmou que no bairro não existe mais água o que tem castigado os animais mantidos propriedade da família e de vizinhos. “Antigamente existia água com abundância, hoje não tem mais e o pouco que tem é utilizada para consumo domiciliar de pelo menos três famílias. No local nós fizemos uma vala para contenção das águas, esperando que as águas das chuvas cheguem. Essa realidade não é só da minha família, mas de quase todos os produtores rurais e vale ressaltar que as taxas devidas foram recolhidas”, afirma o diretor de Obras. “Vou utilizar esses argumentos na minha defesa junto ao Ministério Público e estamos atendendo somente casos especiais”, destacou.

A ação do secretário foi motivo de debates e muitos comentários dentro do município e rede sociais, tendo em vista que os maquinários estão todos parados no Parque de Máquinas, em função do decreto baixado pela prefeitura. Produtores rurais de outros bairros do município fizeram contato com a redação informando que também estão sofrendo com forte estiagem e deveriam estar sendo assistidos pelo Departamento de Obras.  

A reportagem tentou falar com o chefe do Departamento de Obras da Prefeitura de Siqueira Campos, Alisson Santos, assim como o prefeito Fabiano “Bi” Lopes Bueno, mas nenhum dos dois respondeu aos telefones feitos para seu celular nem responde as mensagens. 

Deixe um Comentário