Jacarezinho

Moradores voltam a cobrar mais segurança no trevo da Vila São Pedro

Acesso da PR-431 a Jacarezinho já registrou inúmeros acidentes e segue sem previsão de melhorias

Da Redação


Moradores de Jacarezinho voltam a cobrar medidas de segurança para o trevo da Vila São Pedro, que dá acesso ao município à PR-431 para quem chega sentido Cambará. O local, apesar de bem sinalizado, tem pouca visibilidade e costuma ter veículos trafegando em alta velocidade.

A consequencia disso é que o acesso já registrou inúmeros acidentes nos últimos anos – muitos deles com vítimas fatais. Apesar das frenquentes reivindicações por parte de moradores, município, câmara de vereadores e até deputados, não houve readequações significativas no trecho.

O professor João Paulo da Cunha, morador da Vila São Pedro, relata que a briga por mais segurança no trevo é antiga, mas que não se traduziu em ações por parte do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) do Paraná.

“Eu lembro que desde que eu sou criança já tinha reclamação, já tinha acidente neste trevo. Eu entrei em contato com a Tribuna do Vale em agosto do ano passado, foi feito uma matéria a respeito disso. Depois daquela matéria já teve outros acidentes, inclusive com morte. O que aconteceu? Nada. Agora novamente a gente recorre à imprensa, porque é a única voz para que este problema chegue aos responsáveis”, critica.

“Uma época que trabalhei em Cambará, passava pelo trevo todo dia e todo dia passava medo. É caminhão que passa correndo, carros então nem se fale. Entendo que o ideal seria uma rotatória, mas que tivesse redutores de velocidade já ajudaria bastante”, completa.

Visão similar tem o estudante Ari dos Santos Alves, também morador da Vila São Pedro. “Sinceramente espero que o próximo prefeito tenha consciência desse problema e empenho político para conseguir algum tipo de melhoria, porque senão com certeza vai continuar morrendo gente aí”.

Apesar dos problemas visíveis e notórios, não há previsão de ações no trecho em questão. O DER, em nota enviada à Tribuna do Vale, afirma que a rodovia deve ser incluída em um lote de melhorias previstas para ter início em 2022.

Deixe um Comentário