Jacarezinho

Moradores devem ter tempo bom para reparar estragos da tempestade

Simepar prevê sol para sábado e domingo, oportunidade de centenas de moradores realizarem reparos em telhados e outras estruturas afetadas

Da Redação 


Os moradores de Jacarezinho que tiveram suas casas danificadas pelo tempestade de quarta-feira (19) devem ter finalmente dias de sol para ter menos dificuldades em sanar os problemas. No município chove desde a tempestade e muitas casas destelhadas estão com lonas improvisadas para tentar impedir que a chuva cause ainda mais estragos em móveis e eletrodomésticos. 

De acordo com o Simepar haverá sol neste sábado e domingo (22 e 23), para alívio de muita gente que espera que o tempo melhore para poder arrumar telhados e fazer outros reparos em estruturas danificadas pela tempestade. 

Ainda não há um dado oficial, mas a estimativa é que haja ao menos 200 casas que foram parcial ou completamente destelhadas na quarta-feira. O Corpo de Bombeiros distribuiu mais de 13 mil metros de lonas apenas nas horas seguintes à tempestade. 

Por toda a cidade existem árvores caídas, embora praticamente não existam mais ruas bloqueadas, já que as equipes da CPFL energia, da prefeitura e os próprios Bombeiros, além de muitos voluntários, atuaram para ao menos liberar o trânsito nestes pontos. 

Nas redes sociais são diversos relatos de famílias que perderam grande parte de seus bens materiais com o temporal e os pedidos de ajuda se multiplicam. Não são poucas as pessoas que precisam de alimentos, roupas, móveis e materiais de construção para fazer os reparos necessários nos imóveis afetados. 

O FATO

A tempestade, já considerada como a mais violenta em toda história de Jacarezinho, teve início pouco depois das 8h de quarta-feira. Foram cerca de dois minutos de rajadas de vento extremamente fortes, responsáveis por arrancar telhados, derrubar árvores pela raiz, destruir muros e causar uma série de transtornos e prejuízos em praticamente toda a zona urbana. Após o vento cessar houve ainda uma forte chuva de granizo que durou cerca de um minuto. 

Há informações de que pelo menos duas pessoas tenham sido hospitalizadas em consequencia dos estragos do temporal. Os moradores de praticamente toda cidade ficaram sem luz por mais de 10 horas após o ocorrido e em alguns bairros o problema persistiu até a tarde de quinta-feira. 

Houve também pane total nos sistemas de telefonia fixa e móvel e internet, que foram gradativamente sendo normalizados à partir da noite de quarta-feira. 

Deixe um Comentário