Ribeirão Claro

Mario Pereira pede a secretário liberação do valor adicionado

Diógenes Gonçalves


O prefeito de Ribeirão Claro, Mário Augusto Pereira (PSC) solicitou a liberação do valor adicionado do ICMS durante audiência com o secretário da Fazenda, Renê Garcia Júnior. Na audiência ele estava acompanhado do secretário de Indústria e Comércio, Benedito Jober Faganelli, pelos assessores do deputado estadual Cobra Repórter, Ademar Ramos e Valmir Ferreira.

O objetivo foi pedir que o valor adicionado do ICMS sobre o faturamento declarado pela Usina Chavantes com geração de energia. O valor utilizado para cálculo, desde que a barragem foi fechada, foi suprimido pelo ex-secretário Mauro Ricardo, causando prejuízos ao município na ordem de R$ 1,5 milhão em 2018 e de R$ 2 milhões em 2019.

De acordo com o prefeito, a solicitação será analisada e, em breve, uma resposta dada pela Secretaria da Fazenda. “Deixei com o secretário uma cópia do mandado de segurança que ingressamos no Tribunal de Justiça e recebi dele o compromisso de se inteirar sobre o assunto e tentar resolver a questão administrativamente”, concluiu.

Deixe um Comentário