Ibaiti

Justiça Federal vai atender no Fórum de Ibaiti

Da esquerda pra direita: Renério, prefeito Antonely, o juiz Otto Sponholz, advogado, Gilberto Amaral, Daniel (servidor da Justiça Federal) , Dr. Tony (procurador do município) e Dr. Geiel (presidente da Subseção da OAB de Ibaiti).

De: Assessoria


A Justiça Federal passará a atender, em breve, no Fórum Desembargador Hugo Simas, na Praça dos Três Poderes, nº 23, centro de Ibaiti. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (12), pelo prefeito Antonely Carvalho, que recebeu a noticia do juiz Oto Luiz Sponholz Junior,  da Comarca de Tomazina, que atende provisoriamente a Comarca de Ibaiti-Pr.

O Tribunal de Justiça do Paraná, deferiu a formalização do Termo de Vinculação e Responsabilidade entre esta corte e a Justiça Federal do Paraná, cedendo uma área de 59.22m2 no Fórum da Comarca de Ibaiti pela prazo de 60 meses com isenção da taxa de ocupação (aluguel) para a instalação da Unidade Avançada de Atendimento (UAA) da Justiça Federal.

A UAA de Ibaiti atende todos os municípios da região do Norte Pioneiro e foi inaugurada em junho de 2011. Desde a inauguração, o Município de Ibaiti é responsável pela taxa de locação do imóvel localizado em uma sala em um edifício comercial no centro da cidade.

A decisão proferida pelo desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, presidente do TJPR é muito importante para Ibaiti, pois vai gerar enorme economia aos cofres públicos, que vem arcando com as despesas dos aluguéis, hoje no valor de R$ 4.496,67 mensais, para manter em funcionamento da Justiça Federal no município.

Tal decisão só foi possível graças a iniciativa e grande empenho do advogado militante na comarca de Ibaiti, Gilberto Gomes do Amaral e do procurador geral do Município, Juventino Antônio de Moura Santana, que contaram com apoio e colaboração  de diversos advogados, encabeçados pelo presidente da OAB/PR – Subseção de Ibaiti, Geiel Heidgger Ferreira, do juiz federal, Leandro Cadenas Prado, responsável pela UAA de Ibaiti e dos serventuários Daniel Zempulski Jorgensen, Enéias Alexandre Gonçalves Torres e Murillo Augusto Luiggi de Oliveira Neto.

Na decisão, o desembargador Adalberto Xisto considera que oportunizar a prestação jurisdicional de competência da Justiça Federal à população da comarca de Ibaiti, revela-se de interesse público.

A mudança de endereço também vai trazer mais comodidade aos advogados e cidadãos que recorrem à JF na busca pelos seus direitos. “Com a Justiça Federal funcionando no mesmo endereço da Justiça Estadual, a comunidade será a maior beneficiada”, disse o prefeito Antonely.

Deixe um Comentário