Eleições Jacarezinho

Justiça Eleitoral dá três dias para Tina Toneti explicar inelegibilidade

Pedido de registro de candidatura da petista não foi aceito inicialmente 

Da Redação


A Justiça Eleitoral de Jacarezinho deu um prazo de três dias para Tina Toneti (PT) explicar a inelegibilidade apontada pelo Sistema de Cadastro Eleitoral após o pedido de candidatura feito pela ex-prefeita.

Em intimação assinada pelo juiz eleitoral Roberto Arthur David, a candidata a prefeita tem este prazo de três dias para apresentar a defesa, sob risco do indeferimento definitivo do pedido pelo registro da candidatura. 

O documento foi expedido na quinta-feira (01) e também tem assinatura do cartorário eleitoral Leopoldo Tisato Ishikwa, já estando em mãos da defesa da petista. 

A inelegibilidade apontada pelo Sistema de Cadastro Eleitoral que recai sobre Tina Toneti diz respeito à reprovação de contas pelo Tribunal de Contas do Paraná (TCE/PR) referentes ao exercício de 2008, onde os técnicos do tribunal constataram gastos excessivos com publicidade, sendo que este era ano eleitoral.

Seguindo parecer técnico do TCE a câmara de vereadores de Jacarezinho então reprovou as contas da petista. Tina ainda recorreu e chegou a conseguir uma liminar que anulava o processo, porém a liminar foi cassada em menos de três dias. Em nova tentativa o apelo da ex-prefeita não foi aceito pela justiça eleitoral.

Desta forma Tina está enquadrada pela lei do Ficha Limpa e, exceto prove o contrário no prazo dado, estará fora das eleições deste ano.

Deixe um Comentário