Santo Antônio da Platina

Júri condena réu por tentativa de homicídio

Conselho de Sentença reconheceu que Aguinaldo Ferreira Lima tentou assassinar Sebastião Florentino Júnior em janeiro de 2014

CRÉDITO: Junior Queiroz

Luiz Bannwart com Junior Queiroz


O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da Comarca de Santo Antônio da Platina condenou na manhã desta terça-feira (2) o réu Aguinaldo Ferreira Lima, à pena de quatro anos, três meses e quatro dias de reclusão em regime semiaberto pelo crime de homicídio simples tentado.

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPPR), representado pelo promotor de Justiça Bruno Figueiredo Cachoeira Dantas, no dia 11 de janeiro de 2014, por volta das 18h30, na rua Santos Dumont – Vila Ribeiro, o denunciado Aguinaldo Ferreira Lima, agindo com consciência e vontade, com a intensão de matar, golpeou a vítima Sebastião Florentino Júnior com uma faca, causando-lhe um ferimento profundo no abdômen, agindo sob domínio de violenta emoção, após injusta provocação da vítima, consistente em chamá-lo seguidamente de ‘chifrudo’, boi e corno.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o denunciado não matou a vítima por circunstâncias alheias a sua vontade, uma vez que Sebastião Florentino Júnior conseguiu pegar uma pedra acertar a cabeça do réu, fazendo com que ele corresse.

O advogado Francisco Faustino de Proença Junior, que tinha como assistente a defensora Laís Cavazzana Fassoni, apresentou a tese de lesão corporal, que não foi acatada pela maioria dos jurados.

A sessão contou apenas com a oitiva da vítima. As testemunhas e o réu não compareceram ao julgamento, que teve a sentença proferida pelo juiz Júlio César Michelucci Tanga por volta das 11h30.

A defesa informou que não pretende recorrer da decisão.

Deixe um Comentário