Eleições Santo Antônio da Platina

Juíza abre investigação para apurar uso da prefeitura na campanha de Zezão

Da Redação


A Juíza Heloisa Helena Avi Ramos, da 22ª Zona Eleitoral da Comarca de Santo Antônio da Platina, determinou, no último dia 5, a abertura de Ação de Investigação Judicial Eleitoral para apurar suposto uso da prefeitura na campanha à reeleição do atual prefeito, José da Silva Coelho Neto, Professor Zezão (Podemos) e de seu vice, Francisco Monteiro, o Chico da Aramon (PMN).

A magistrada deu um prazo de cinco dias para que o prefeito e seu vice apresentem defesa, juntem documentos e testemunhas, caso queiram se defender. O prazo vence dia 10, próximo sábado.

Ação de Investigação Eleitoral é o resultado da denúncia apresentada pela coligação “Compromisso com a Mudança”, dos candidatos Valter do PT e Janderson (Psol), pela suposta prática de abuso de poder econômico, abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação, ante a publicação de vídeo de campanha na página do facebook da Secretaria Municipal de Saúde de Santo Antônio da Platina.

Esta não é a primeira vez que Zezão e Chico da Aramon são acusados de uso da máquina pública na campanha eleitoral. Uma outra denúncia teve como objeto um áudio veiculado nas redes sociais em que o chefe de gabinete da prefeitura, Ditinho da Renovação aparece pedindo para que os correligionários passassem na Casa da Cultura para pegar adesivos com o número 19, do partido pelo qual Zezão concorre.

Além disso, Ditinho cita nomes de funcionários de confiança que disponibilizariam os adesivos, configurando mais um crime por utilizar servidores públicos, pagos com o dinheiro dos contribuintes platinenses.

No entanto, o Ministério Público Eleitoral não denunciou os acusados entendendo que faltaram provas que caracterizariam os crimes denunciados.

Deixe um Comentário