Internacional

Inovação paranaense encanta espanhóis

Valencianos em missão pelo Paraná anunciaram na sua despedida que acordo de cooperação entre os estados no setor de T.I. pode se estender para toda a Europa

Engenharia da Comunicação/Assespro

O Comitê de Valência que estava em missão pelo Paraná despediu-se na última sexta-feira (17) com a mensagem de que o acordo entre as regiões na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) avançará rapidamente.

Eles participaram ao longo da semana de diversas visitas e apresentações de instituições referentes a projetos tecnológicos. As ações fazem parte do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) entre a União Europeia, a América Latina e o Caribe. No projeto, o Estado de Valência na Espanha escolheu o Paraná para um acordo de cooperação.

“Tivemos uma semana intensa, o que foi muito bom porque foram abertas diversas oportunidades de cooperação entre o Paraná e a comunidade valenciana, e que certamente avançarão para o Estado Espanhol e a Europa como um todo”, disse Roberto Algarra, da Agência Valenciana de Inovação. Segundo ele, há grande possibilidade de acordos serem firmados entre o Paraná e as Associações Espanhola e Europeia de Agências de Desenvolvimento.

A agenda de eventos da missão valenciana no Paraná incluiu também representantes de outros estados brasileiros (Paraíba, Pernambuco e Distrito Federal) na intenção de ampliar ainda mais a cooperação, atingindo o nível nacional.

Inicialmente, o acordo de cooperação tecnológico entre o Paraná e Valência focará em quatro temas prioritários: digitalização, conhecimento acadêmico, canais de diálogo entre as agências de desenvolvimento valencianas e paranaenses, e a agroeconomia. O primeiro passo será dispor de um beneficiário do IVACE (Instituto Valenciano de Competitividade Empresarial) durante um ano no Paraná para auxiliar nestas cooperações.

“As expectativas são boas. Nesta semana mesmo o parque cientifico da Universidade de Valência estava em contato com uma Universidade do Paraná para estabelecer intercâmbios de forma bastante imediata”, afirmou Adriano Krzyuy, presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação do Paraná (ASSESPRO-PR), que faz parte da Governança Integrada Paraná juntamente com a CELEPAR.

 “Vale salientar que este é um processo recíproco, onde ambos as partes saem beneficiadas e onde o objetivo é intercambiar boas práticas”, concluiu Algarra.

Deixe um Comentário