Cultura

INCANSÁVEL, SURPREENDENTE, DESAFIADOR…

Boberg lança livro em Portugal e Espanha


Formado em Pedagogia e em Direito, professor, vereador, radialista, comunicador e expositor atuante há muitos anos no movimento espírita. Autor de mais de 20 livros – 17 deles publicados pela EME.
Este é José Lázaro Boberg.

Sua jornada com a EME começou com Nascer de novo – para ser feliz, em que nos ajuda a perceber nossas dificuldades, para, assim empreendermos nossa mudança. O estilo do autor logo chamou a atenção.


Para Carlos Barros, Editor da Gazeta Kardec de João Pessoa (PB), “Boberg é um pesquisador investigativo, daquele que não se satisfaz com pouca informação e só acredita em fontes sérias” Incansável e surpreendente, Boberg também é versátil.

Autor de livros doutrinários, de autoajuda, estudos, cursos, etc., se em Prontidão para a mudança – uma conquista pessoal, ele desafiava o leitor encarar o novo com coragem, em O poder da fé desperta reflexões sobre esta faculdade da alma a ser desenvolvida pelo esforço pessoal. O assunto seria retomado em A oração pode mudar sua vida, onde ensina a diferença entre religião e religiosidade e o poder do pensamento positivo. 

Desafiar o leitor, aliás, é uma de suas características. Em Seja você mesmo – o desafio do autodomínio, inclusive, já começa pelo título. Na obra, Boberg procura conscientizar o leitor de sua força interna. Já em O segredo das bem aventuranças enfatiza com convicção que precisamos apenas colocar em prática as mudanças de atitude propostas por Jesus para encontramos paz e felicidade.

Outra característica do autor é enfrentar temas polêmicos, como as características das leis de Deus, a definição de moral e a distinção entre bem e mal. Tudo isso ele tratou em Leis de Deus – eternas e imutáveis. Assim como em O evangelho de Judas, onde reflete sobre o verdadeiro papel deste apóstolo.

As pesquisas feitas por Boberg e sua capacidade de explicitar os fatos, colocam suas obras no mesmo patamar de qualidade de “estudiosos internacionais, como Bart D. Ehrman” e o que eles “têm dito sobre Jesus”, como ressalta o professor Sérgio Motti Trombelli. “Uma discussão que tem que ser levada ao conhecimento, não só dos espíritas, mas de todos aqueles que se importam com o sagrado, a religião, a doutrina e, sobretudo, com a verdade sobre este ser fantástico que é Jesus”, afirma Trombelli.

Foi seguindo esse caminho que Boberg encontrou O evangelho de Maria Madalena onde, novamente, desafia o leitor a reconstruir a verdade sobre uma das personagens femininas mais fortes da literatura antiga. Milton Medran, diretor do Centro Cultural Espírita de Porto Alegre, escreveu no jornal Opinião, periódico do Centro Cultural Espírita daquela cidade, que Boberg “teve que enfrentar, e o fez com competência” a tarefa de separar o mito cristão da provável realidade histórica de Maria Madalena, “mesmo que o mito tenha sido abonado por obras psicográficas espíritas”.

Nos livros em que abordou temas relacionados às origens cristãs, Boberg citou a Fonte Q como um subsídio de pesquisa. Logo, a busca histórica por mais esse evangelho perdido, impulsionado por sua curiosidade em saber como foram, efetivamente, escritos os documentos canônicos ‘atribuídos’ a Jesus fez nascer O evangelho Q, obra mais recente do autor onde ele, novamente nas palavras do professor Trombelli, “busca a essência das essências, pois Q é um texto capital sobre a vida de Jesus”.

Hoje, com mais de 140 mil livros vendidos, José Lázaro Boberg está se preparando para lançar, neste mês de julho, seu livro Leis de Deus – eternas e imutáveis em Portugal. Depois, a mesma obra será lançada também na Espanha.

Depois do sucesso aqui, Boberg ultrapassa as fronteiras do Brasil e, nas palavras de Trombelli, continua ‘iluminando caminhos – e convida os leitores a caminharem juntos com ele’.

GEORGE DE MARCO é jornalista-redator das publicações periódicas da Editora EME

Deixe um Comentário