Santo Antônio da Platina

Havan não tem planos de se instalar na região

Diretor da rede informa que não há planos de investimentos em Ourinhos e muito menos em Santo Antônio da Platina

Grupo Havan inaugura sua 130ª loja no próximo sábado, em Campo Mourão (PR)
CRÉDITO: TRIBUNA DE CIANORTE

Da Redação


Às vésperas de um novo processo eleitoral e de olho numa eventual reeleição, começam os boatos apontando “maravilhas” envolvendo administrações municipais. Pior é que setores da imprensa embarcam nessa onda de notícias falsas (fake news) disseminando informações inverídicas como a de que o Grupo Havan estaria prestes a se instalar em Ourinhos (SP) ou Santo Antônio da Platina (PR).

No final da tarde desta terça-feira (13), a reportagem da Tribuna do Vale entrou em contato com a sede da Havan, em Brusque (SC) e a Assessoria de Comunicação, após consulta ao diretor de expansão do grupo, Nilton Hang, informou que até o momento não há qualquer estudo ou iniciativa visando a instalação de unidade da empresa em Ourinhos ou Santo Antônio da Platina e que as informações a respeito “não passam de especulação”.

Aliás, a suposta vinda de uma unidade da Havan para esta cidade paranaense é objeto de especulação desde a gestão do ex-prefeito Pedro Claro de Oliveira Neto (PSD). Setores da atual administração do prefeito José da Silva Coelho Neto, o Professor Zezão (PHS), tratam o assunto como segredo, embora deixem vazar esta possibilidade, visivelmente interessados nos reflexos políticos em caso de uma eventual candidatura à reeleição.  

Esta semana a mídia ourinhenses passou a tratar o assunto como mais uma conquista do atual prefeito Lucas Pocay, que contabiliza a recente inauguração de um shopping center na cidade. Segundo essas informações, uma das condições para a instalação de uma megaloja da Havan na cidade seria poder abrir aos finais de semana.

“O interesse da vinda de uma megaloja da Havan para Ourinhos está sendo o assunto na cidade”, diz uma das frases divulgadas na imprensa ourinhenses, citando o diretor de expansão da Havan, Nilton Hang, que já teria comentado o interesse de visitar a cidade de Ourinhos para um contato com o prefeito Lucas Pocay, por ser ter uma localização estratégica e fazer parte do plano de expansão da megaloja.

Segundo o texto, o grupo Havan trabalha com a abertura aos finais de semana e para isso “a legislação municipal de Ourinhos precisa estar adequada para o investimento de milhões na megaloja, que deve gerar centenas de empregos”.

Porém, o mesmo diretor, através da assessoria de comunicação desmente esta versão, assinalando que sequer há estudos neste sentido. A mesma assessoria informa que o Grupo Havan possui 1129 lojas espalhadas pelo Brasil. No próximo sábado coloca em operação sua 130ª loja, em Campo Mourão (PR).

Deixe um Comentário