Paraná Saúde

Governo garante 10 milhões para Centro de Especialidades

Saúde vai investir R$ 100 milhões em dez Ambulatórios Multiprofissionais de Especialidades

CRÉDITO: AEN

Da Redação com Assessoria 


O Paraná terá dez Ambulatórios Multiprofissionais de Especialidades (AMEs) a partir de 2020. Entre as sedes regionais escolhidas para receber o investimento, Jacarezinho foi escolhida para atender os 22 municípios da microrregião, beneficiando uma população estimada em 250 mil habitantes. O investimento na unidade do Norte Pioneiro é de R$ 10 milhões, entre obras civis e equipamentos.

O AME é o novo nome do projeto iniciado na administração passada, que já havia anunciado a construção do Centro Regional de Especialidades Médicas em Jacarezinho, para onde será transferida a administração do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro (Cisnorpi)

Em todo Paraná serão 10 unidades, com investimento de R$ 100 milhões. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta quarta-feira (11), no Palácio Iguaçu, durante o evento de liberação de R$ 168 milhões para equipamentos e reformas na saúde para 297 municípios.

Os AMEs serão gerenciados pelos consórcios intermunicipais de saúde e estão dentro da estratégia de regionalização do atendimento à população. Os municípios contemplados são Irati, União da Vitória, Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Ivaiporã, Paranavaí, Colombo e São José dos Pinhais. Os dois últimos vão atender, de forma separada, as zonas Norte e Sul da Região Metropolitana de Curitiba.

O governador afirmou que os AMEs potencializam a atenção especializada e vão ajudar a reforçar o modelo de gestão dos consórcios, reconhecido como ágil, prático e menos oneroso.

“No começo de 2020 já começam as construções. Esses centros de especialidades são demandas antigas da população. Tínhamos nos compromissado a ampliar esse atendimento regional e disponibilizar cardiologistas e ortopedistas mais próximos da população”, afirmou Ratinho Junior. “É uma solução que traz mais conforto e segurança, para não ter que fazer com que pacientes andem quilômetros atrás de consultas”.

INTERDISCIPLINAR – Os projetos foram elaborados pela Paraná Edificações. Cada unidade terá até quatro mil metros quadrados, numa proposta de atendimento interdisciplinar, com acesso a exames, consultas, tratamento e orientação terapêutica nas diferentes linhas prioritárias de cuidado, como a materno-infantil, saúde do idoso, hipertensão, diabetes e saúde mental.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, disse que os AMEs internalizam o conceito de atendimento completo. “Com consultas médicas, centro de especialidades odontológicas, presença de equipes multiprofissionais. E eles serão implementados com os consórcios intermunicipais de saúde. O Paraná já dobrou os repasses a essas entidades para o ano que vem”, afirmou Beto Preto. “Os prédios são amplos e vão atender com carinho a população”.

Deixe um Comentário