Jacarezinho

GeniusCon digital termina com sucesso de público e com premiações

Feira de inovação no norte pioneiro recebeu mais de 2,5 mil inscritos e promoveu mais de 60 atividades online, além de competições de games, startups e hackathon

Assessoria de Imprensa Sebrae/PR


Terminou, na noite desta sexta-feira (9), a primeira edição 100% digital da GeniusCon, a maior feira de inovação do norte pioneiro do Paraná. Com mais de 2,5 mil inscritos e R$ 7 mil em premiações, a programação movimentou o cenário empresarial e estudantil da região e fomentou o empreendedorismo e desenvolvimento de novos projetos e ideias de negócios. O evento foi realizado pelo Sebrae/PR, Sistema Regional de Inovação do Norte Pioneiro do Paraná (SRI) e Prefeitura de Jacarezinho, com apoio de diversos parceiros.

A feira proporcionou aprendizados de alto impacto, além da exposição de projetos de startups da região, oficinas de robótica, workshops, palestras gravadas e ao vivo com conteúdos relacionados à inovação, educação, empreendedorismo, internet das coisas (IoT), agronegócio. As atividades foram desenvolvidas nos períodos da manhã, tarde e noite por meio de uma plataforma integrada de transmissão e aplicativo para a interação dos participantes.

Três competições foram realizadas durante a programação. A Genius Hackathon, maratona de soluções para identificar tecnologias, ferramentas e soluções para atender as necessidades e gargalos da cadeia produtiva da agricultura orgânica; Genius League, campeonato de jogos digitais, com disputa entre gamers na League of Legends, um jogo de estratégia em que equipes se enfrentam para destruir a base da outra; e a Genius Fight, batalha de pitches entre startups da região.

A Genius Hackathon iniciou as atividades em 25 de setembro e terminou nesta sexta (9), com a divulgação e premiação dos três melhores projetos entre as 17 equipes inscritas. O primeiro lugar ficou com a Uai, tchê, formada por integrantes de Uberaba e Uberlândia, de Minas Gerais, e Santa Mariana, do Paraná. As outras duas equipes classificadas terminaram empatadas tecnicamente, a Maria do Bairro e Jumanji no 4.0, ambas com participantes de Jacarezinho. A equipe vencedora recebeu R$ 2 mil e as segundas colocadas ganharam R$ 1 mil cada.

A Genius League foi o primeiro campeonato de e-sports realizado na feira e recebeu cerca de 200 inscritos, divididos em 35 equipes. A primeira colocada foi a equipe Bacaco e amigos, com integrantes de Assaí e Londrina, premiada com R$ 500 em Riots Points (RP), moeda virtual do game, que podem ser usados para comprar skins, baús, chaves, campeões e outros itens na loja do jogo. O segundo lugar ficou com Direito UEL, de Londrina, que levou R$ 300 em RP. E o terceiro com a Fúria UTFPR, de Cornélio Procópio, reconhecida com R$ 200 em RP.

A batalha de pitches, ou Genius Fight, premiou as startups que participaram de todas as ações do SRI ao longo do ano. Os 25 projetos inscritos passaram por três etapas de apresentações, com bancas diferentes. O primeiro lugar ficou com a equipe + Água, de Bandeirantes, que levou pra casa um prêmio de R$ 1 mil; o segundo foi para Change Games, de Jacarezinho, premiada com R$ 600; e o terceiro ficou com Verdhan, também de Jacarezinho, que levou um prêmio de R$ 400.

Balanço
O consultor do Sebrae/PR, Odemir Capello, afirma que a primeira edição digital da GeniusCon foi muito importante para dar visibilidade ao norte pioneiro do Paraná. Foram cerca de 60 eventos – 20 palestras, 25 oficinas, nove atividades gravadas e oito atividades Genius Health -, todos com boa participação de público. “Conseguimos levar oportunidades para as nossas startups, tivemos um hackathon com tema regional e que estamos trabalhando aqui, e o envolvimento das lideranças”, pontua. Para ele, a edição trouxe muitos ganhos e aprendizados.

Capello destaca que o tema do hackathon em 2020 foi alinhado com a proposta do Sebrae/PR e SRI de trabalhar produtos diferenciados, com certificações e indicação geográfica, para dar visibilidade ao norte pioneiro. “Os projetos apresentados foram muito bons e mais de 80% criados por estudantes que vivem aqui na região. Esse é o objetivo de todas as atividades do evento, envolver esses jovens e criar uma cultura de inovação aqui”, completa.

A presidente do SRI, Angélica Cristina Cordeiro Moreira, diz que a GeniusCon é um evento importante para o desenvolvimento da inovação e tecnologia no norte pioneiro. Neste ano, os projetos apresentados no Hackathon foram de alto nível e trouxeram soluções que atendem as necessidades dos agricultores familiares.

“Precisamos incentivar ainda mais essas competições. Quando o desafio é lançado, cria um propósito. Às vezes, o aluno se desmotiva porque não consegue enxergar o propósito que está estudando. A GeniusCon dá esse sentido e mostra que os estudantes podem fazer a diferença para a região”, argumenta.

Deixe um Comentário