Arapoti

GAECO e Promotoria cumprem mandados de busca e apreensão em Arapoti

Agência Criativa / Folha Paranaense

Arapoti – Na manhã desta quinta-feira, 25, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e a Promotoria de Justiça do município de Arapoti desencadearam operação para cumprimento de mandados de busca e apreensão com o objetivo de apurar irregularidades no fornecimento de produtos de higiene na Cadeia Pública.

Foram cumpridos simultaneamente cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Arapoti, nos municípios de Campo Largo, Arapoti e Taguaí/SP. As investigações, a cargo da Promotoria de Justiça de Arapoti e do Gaeco de Ponta Grossa, apontam para   possíveis crimes de concussão e associação criminosa relacionada à Cadeia Pública do município.

Segundo a Promotoria, apurou-se que o diretor do estabelecimento penal, aproveitando-se do momento de pandemia da Covid-19, onde houve severas restrições às visitas aos presos e ao acesso a itens de higiene e alimentos fornecidos por familiares, criou um esquema destinado a obrigar os familiares e o próprio Conselho da Comunidade a adquirir esses materiais de uma única empresa, onde o diretor da unidade penal é um dos sócios.

Os mandados foram cumpridos na residência do diretor localizada em Taguaí, no estado de São Paulo, no escritório de contabilidade de sua companheira, na sede da empresa de sua propriedade, também localizada em Taguaí, e na residência de outra agente de cadeia envolvida no esquema criminoso.

Deixe um Comentário