Joaquim Távora

Frangos Pioneiro confirma cinco casos, mas diagnósticos não devem afetar produção

Cinco funcionários do abatedouro de aves em Joaquim Távora testaram positivo para a doença

Direção da Frangos Pioneiro informou que, apesar dos casos confirmados, produção não deve ser afetada
CRÉDITO: ANTÔNIO DE PICOLLI

Da Redação


Cinco funcionários da Frangos Pioneiro, em Joaquim Távora, foram diagnosticados com Covid-19. Apesar do temor do avanço da doença, não existe nenhum risco de interdição ou previsão de paralisação das atividades da empresa, hoje uma das maiores geradoras de empregos do Norte Pioneiro com mais de três mil empregos diretos. 

Desta forma, a princípio não existe previsão de que a produção do frigorífico seja prejudicada. Existia um temor principalmente entre produtores de que um possível surto afetasse toda a cadeia produtiva, assim como já aconteceu em outros abatedouros e frigoríficos que tiveram funcionários infectados pela Covid-19 e que culminou em grandes prejuízos. 

Na manhã de ontem (01) houve uma reunião entre integrantes da 19ª Regional de Saúde e a diretoria da empresa para definir medidas a serem tomadas no intuito de evitar a propagação da doença entre os funcionários. 

De acordo com informações da Frangos Pioneiro repassadas à reportagem da Tribuna do Vale, desde o começo da pandemia foram adotadas todas as medidas possíveis para proteger os funcionários da infecção da doença no ambiente de trabalho. 

Como os funcionários diagnosticados com a Covid-19 não trabalham nos mesmos setores, não é possível afirmar que o contágio aconteceu na empresa. Dos cinco, dois são moradores de Conselheiro Mairinck e os outros são moradores de Abatiá, Joaquim Távora e Tomazina. 

De acordo com as informações da empresa, os funcionários que testaram positivo para a doença foram imediatamente afastados de suas funções e têm tido acompanhamento. 

A Frangos Pioneiro ainda garante que a aferição de temperatura, distanciamento mínimo entre funcionários em todos ambientes e o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) indicados contra a Covid-19ª, além de medidas de higiene em toda área da empresa, são colocadas em prática regularmente. 

TRANSPORTE

Outro ponto importante diz respeito ao transporte dos trabalhadores, que em grande parte são de municípios vizinhos de Joaquim Távora e, nesses casos, se dirigem à empresa em coletivos. 

A Frangos Pioneiro afirma que dobrou o número de ônibus desde abril para que os funcionários não tenham passageiros ao lado. Outra medida neste quesito é a obrigatoriedade do uso de máscaras durante o trajeto e a higienização diária dos veículos. 

MARCA

A Frangos Pioneiro tem 35 anos de atuação no mercado avícola, com fábrica de ração, abatedouro e frigorífico, sendo fundada em Joaquim Távora, município onde ainda mantém a maior parte de sua linha. Hoje a empresa detém três marcas: Pioneiro Alimentos, Mana Foods e Rações Pioneira. 

Deixe um Comentário