Santo Antônio da Platina

Cooperativa de artesãos recebe título de utilidade pública

Projeto de lei do vereador Flavinho Maiorky reconhece papel social e econômico da Copescarte 

Foto: Antônio de Picolli

Da Assessoria

A Cooperativa dos Trabalhadores Autônomos da Pesca e Acessórios Artesanais (Copescarte), com sede em Santo Antônio da Platina, foi reconhecida pela Câmara de Vereadores como entidade de utilidade pública. Projeto de lei neste sentido foi apresentado pelo vereador Luiz Flavio Maiorky (PSDB), o Flavinho como é mais conhecido, que destacou o papel social da instituição.

Segundo Flavinho, a cooperativa é uma entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, tendo como função básica o desenvolvimento social e ambiental do município, tendo em vista o aproveitamento o aproveitamento do potencial da cadeia produtivo do pescado e a geração de emprego e renda a seus associados e a comunidade carente como um todo.

O parlamentar desta a participação da mulher na cooperativa, principalmente na produção de artesanato de altíssima qualidade, sendo comercializado, inclusive, no exterior.

Embora esteja instalada há apenas dois anos no município, a cooperativa desenvolve atividades há 14 anos, sendo referência nacional na transformação da pele de peixes em couro e, através desta matéria prima, vem sendo produzidos artigos de qualidade reconhecida até mesmo no exterior. “Atualmente a cooperativa ocupa um barracão no Povoado da Platina, cedido pelo município.

São mais de 20 famílias que, graças à Copescarte, acrescentam mais uma fonte de renda para subsistê4ncia familiar”, destaca Flavinho Maiorky. A instituição é presidida por Maria das Graças Santiago de Moura Rosa, que tem a seu lado o marido e incentivador, Nelson Édson de Moura Rosa e Maria Rosa.

Deixe um Comentário