Eventos Santo Antônio da Platina

Concurso miss platinense acontece neste sábado

Evento será na Casa da Cultura a partir das 18 horas e terá participação de 69 candidatas

Dayse Miranda, especial para Tribuna do Vale


Concurso terá 69 candidatos participando em seis categorias diferentes
CRÉDITOS: Thais Souza

A Casa da Cultura Antônio de Freitas, em Santo Antônio da Platina, vai ser palco de um dos maiores eventos sociais da região. Trata-se do concurso Miss Platinense, com início previsto para as 18 horas deste sábado, 29. A organização do evento confirma a participação de 69 candidatas nas categorias mini miss (6 a 9 anos) 25 participantes; pré-teen (10 a 13 anos) 15 participantes; tenn (14 a 17 anos) 11 concorrentes; miss (18 a 26 anos) 9 participantes; mister teen (14 a 17 anos) 3 candidatos; e, mister (18 a 32 anos) 6 concorrentes. A animação do evento ficará por conta da Banda Donna Loka, que trás em seu repertório vários hits de gêneros diversos. O concurso será realizado pelo Conselho Municipal de Políticas Culturais em parceria com a prefeitura de Santo Antônio da Platina e patrocinadores.

De acordo com os coordenadores da comissão organizadora, Cleber Figueiredo e Marco Antônio Romão, a iniciativa de resgatar o concurso no município foi justamente porque há anos não se promovia um evento de beleza digno da grandeza da cidade. Além disso, o evento tem a finalidade de oportunizar aos vencedores a chance de representar o município tanto no Miss Paraná, quanto em outros eventos do gênero.

Evento também vai escolher o Mister Platinense 2018
CRÉDITOS: Thais Souza

A atual Miss Platinense é Ana Flávia Maiorky, que já garantiu a participação no evento e representou anteriormente a cidade em outros concursos.

Romão detalhou que a equipe envolvida fez questão de cuidar dos mínimos detalhes para proporcionar um evento glamoroso tanto quanto o Miss Paraná. Segundo ele, os participantes terão toda assistência necessária nos bastidores, inclusive alimentação e bebidas. “Nas primeiras oito horas que criamos a página do Miss Platinense conseguimos 15 mil curtidas. Isso mostra o quanto esse evento é esperado pela comunidade. Esperamos casa cheia”, comentou.

A demanda foi grande, devido à ampla divulgação em escolas municipais, estaduais e instituições particulares. Haverá premiação para torcida organizada, título para a Miss Popularidade, premiação de portfólio profissional para os ganhadores e muito mais. Para garantir a imparcialidade na escolha dos candidatos, o corpo de jurados são todos de fora do município, e pessoas envolvidas com o mundo da moda.

Serão realizados três desfiles: casual, traje de banho e gala, em que serão avaliados os requisitos: beleza física, beleza facial, simpatia, elegância, oratória e desenvoltura na passarela. Figueiredo detalha que isso passa mais confiança para os participantes e familiares, porque não há nenhum tipo de vínculo com ninguém. “É muito gratificante ver a confiança dos pais e familiares em relação a nossa organização. Estamos fazendo um evento transparente e sem custo aos participantes. Foi cobrado somente um valor simbólico de inscrição e solicitado aos participantes que ajudassem a vender uma “ação entre amigos” para cobrir as despesas, já que fizemos questão de disponibilizar trajes de banho e camisetas iguais para todos. Somente o traje de gala que ficará por conta dos participantes. Cada um será responsável pelo seu traje”, detalhou Figueiredo.

Concurso terá 69 candidatos participando em seis categorias diferentes
CRÉDITOS: Thais Souza

A comissão também conta com a participação da Miss Brasil de Las Américas 2018 e Miss Brasil Fotogenia, Alvilene Moreira Tobias, mais conhecida como Vi Tobias, que estará em março de 2019 como a única representante do Brasil em um concurso na Costa Rica. Segundo ela, que já tem vasta experiência nas passarelas, os participantes devem acreditar no potencial de cada um e no objetivo que pretendem alcançar. “Para quem está de fora pode ser apenas um desfile, mas para os participantes é uma oportunidade única. Recomendo aos concorrentes conhecer mais sobre o município, sua história e deixar claro que ser miss vai muito além da beleza, é necessário também ter voz ativa à cidade que representam”, orientou Vi Tobias.

Além de revelar as belezas do município, o concurso também tem um papel importante no fomento da economia local, movimentando salões de beleza no final de semana, que estão praticamente sem horário, e o comércio, que está faturando com a compra de calçados, acessórios, locação de trajes e entre outros. Os organizares esperam que o concurso tenha sequência nos próximos anos, inclusive para motivar outros municípios da região na promoção eventos semelhantes.

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: