Paraná Política

Cida paga 13º e deixa R$ 5 bilhões em caixa.


imagem

Uma pergunta básica neste final de ano: qual Estado que está pagando o 13º salário integral no dia 10 de dezembro e vai deixar R$ 5 bilhões em caixa para o próximo governo em 2019? O Paraná é a resposta mais de que certa. Se não for único, é um dos poucos entre as 27 unidades da federação em fazê-lo. Tamanha façanha em tempos de crise financeira que assola estados e uma grande parte dos 5 mil municípios brasileiros.

A governadora Cida Borghetti paga neste 10 de dezembro, o 13º de 280 mil servidores ativos, pensionistas e aposentados. E num prazo de 30 dias, considerando os salários de novembro e dezembro e  o 13º, será responsável pela injeção de R$ 5,1 bilhões na economia do Paraná.

A façanha é inédita. Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Maranhão, Alagoas, Amazonas, Acre e Rio de Janeiro ainda não sabem como pagar e devem parcelar ou atrasar o pagamento do benefício. Minas Gerais deve parcelar o 13º em quatro vezes e o mesmo está ocorrendo com os pagamentos mensais.

Os servidores gaúchos vão receber o 13º em 12 parcelas, conforme projeto de lei do governador José Ivo Sartori enviado a Assembleia Legislativa. Os servidores ainda não receberam duas parcelas do 13º de 2017 e podem se socorrer a empréstimos válidos para receber o benefício. Há três anos, o 13º é parcelado.

No Rio Grande do Norte, 30% dos servidores ainda não receberam o benefício referente a 2017 e Secretaria da Fazenda potiguar não sabe como pagar ainda o 13º de 112 mil servidores estaduais. A penúria também atinge os caixas dos municípios. Em Minas Gerais, 90% dos 853 municípios não sabem como pagar o 13º do funcionalismo.

Se há atraso nos salários dos servidores, o pagamento de fornecedores e outros serviços estão atrasados há meses nos estados. Deixar R$ 5 bilhões em caixa para 2019, como faz Cida no Paraná, é para poucos, bem poucos.

Deixe um Comentário