Santo Antônio da Platina

Choveu crianças ficam sem aula

Mãe de seis crianças, uma delas excepcional, reclama de menosprezo do secretário de Obras, José Panigada

Patrícia de Andrade esteve na redação da Tribuna do Vale na manhã desta segunda-feira (10)
CRÉDITO: Antônio de Picolli

Da Redação


Cansada de humilhar-se para o secretário de Obras de Santo Antônio da Platina, Everton José Panigada, a dona de casa Patrícia de Andrade procurou a reportagem da Tribuna do Vale nesta segunda-feira (10) para denunciar o descaso da administração municipal na conservação da estrada que dá acesso à propriedade rural onde reside, no bairro Taquaralzinho. Segundo ela, toda vez que chove os filhos ficam sem frequentar aulas nas escolas da cidade.

“O mais humilhante é o menosprezo por parte do secretário Panigada. Na última vez que meu marido foi procurá-lo implorando para que ele conserte a estrada, deixou-o falando sozinho, virou o rosto numa atitude de desprezo. E pensar que esse povo foi eleito falando em projeto social cristão!”, desabafou em tom emocionado.

Segundo Patrícia Andrade, ela tem seis filhos frequentando escolas na zona urbana. O trajeto de 15 quilômetros entre a propriedade rural e a cidade é percorrido em um ônibus escolar da prefeitura. Um de seus filhos é excepcional e estuda na Apae.

Ela conta que os filhos estudam na parte da tarde e se vê obrigada a acompanhá-los por questão de segurança. A dona de casa diz que retorna ao lar por volta das 20 horas já que a propriedade onde reside é a última em que o ônibus desembarca os estudantes, isso quando, impossibilitado em chegar até o sítio, deixa as crianças a uma distância de dois quilômetros do destino final.

Depois de procurar a Câmara de Vereadores, Patrícia resolveu denunciar o caso ao jornal, numa busca desesperada em sensibilizar as autoridades para o drama que atinge toda família. Ela também foi aconselhada a procurar o Ministério Público da comarca. “Espero que esse secretário tenha um pingo de piedade pelo que estamos passando”, desabafa.     

Outro lado

Procurado pela reportagem, o celular do secretário Municipal de Obras estava desligado ou fora da área de serviço.

Deixe um Comentário