Educação

Cerca de 35 mil alunos da região voltam às aulas nesta quinta-feira

Data marca o início do ano letivo em toda rede pública estadual  

Da Redação 

Cerca de 35 mil alunos do Norte Pioneiro devem voltar às aulas na rede estadual de ensino nesta quarta-feira (05), quando começa o ano letivo de 2020. O calendário deste ano prevê aulas regulares até 17 de dezembro, com as férias entre 06 a 22 de julho.

As aulas devem ser retomadas sem muitas novidades com relação ao ano letivo de 2019, com a manutenção de projetos do Estado e, principalmente, a continuidade de turmas noturnas em escolas onde foi comprovada a demanda de matrículas. 

Na região, os três Núcleos Regionais de Ensino em Jacarezinho, Ibaiti e Wenceslau Braz, já finalizaram os preparativos para o retorno às aulas, com a realização da semana pedagógica e outras capacitações. 

Do total de alunos da região, a maior parte está nas escolas sob abrangência do Núcleo de Jacarezinho, que deve ter neste ano um número próximo de 20 mil matriculados. Segundo a chefe do órgão de ensino, Ana Maria Molini, o objetivo para 2020 é melhorar índices de aprovação com aprendizado e frequência escolar. “Nosso foco está na aprendizagem. Em apenas um ano de trabalho já tivemos números muito bons e vamos manter o ritmo para elevar cada vez mais a qualidade de ensino aqui na região. Temos diversos projetos culturais e esportivos e também de reforço escolar. Mas acredito que talvez o principal seja o projeto ‘Presente na Escola’, que dá em tempo real a frequência escolar dos alunos e nos permite ter uma atenção especial nos casos onde o número de faltas está alto, o que atrapalha e muito o aprendizado. Não tem como aprender fora da escola, então vamos trabalhar para ter pelo menos 96% de frequência escolar diária nas nossas escolas”, pontua. 

AULAS NOTURNAS

Um dos assuntos que tem gerado mais dúvidas entre alunos diz respeito sobre a abertura de turmas noturnas. Segundo a diretora do Núcleo de Jacarezinho, todas as escolas que têm demanda foram autorizadas e criar  turmas no período da noite. “Onde os diretores provaram que havia demanda, está abrindo turmas noturnas normalmente. Só que ano passado tivemos 48% de evasão nas turmas noturnas. A procura é muito baixa. Agora, repito, onde existe demanda, vai abrir. Também existem casos de escolas que optam pelo noturno profissionalizante, como o caso do Colégio Rui Barbosa, em Jacarezinho, mas foi uma opção da escola por entender que esta é a necessidade atual”, completa. 

Deixe um Comentário