Jacarezinho

Câmara de Jacarezinho também pede redutor de velocidade em avenida

CRÉDITO: Divulgação

Da Redação com Assessoria


A Câmara de Vereadores de Jacarezinho endossou o pedido de comerciantes da Avenida Getúlio Vargas, no centro da cidade, por um redutor de velocidade na altura da agência dos Correios. A reivindicação acontece devido ao alto fluxo de veículos e pedestres no local e o consequente risco de acidentes.

Conforme reportagem da Tribuna do Vale no último dia 31, um abaixo assinado já foi feito pelos comerciantes e teve a participação de mais de 100 pessoas, entretanto a prefeitura negou o pedido argumentando que já existe um redutor de velocidade para quem desce a avenida e, por se tratar de um aclive no sentido oposto, não existe a necessidade da instalação deste dispositivo, além do fato de se tratar de uma via rápida. 

A câmara teve ciência do abaixo assinado e o requerimento 40/2019, de autoria do vereador Luiz Carlos Nascimento (PDT) e aprovado por todos vereadores, também reivindicou ao município a instalação de redutores de velocidade no local.

De acordo com os comerciantes, a esquina já registrou acidentes com morte e, diariamente, existe o risco de novas colisões e atropelamentos. Também são citados casos de idosos que têm imensa dificuldade em atravessar a avenida para se dirigir à Catedral, por exemplo, devido a velocidade que os veículos trafegam neste ponto da Avenida Getúlio Vargas.

Outro agravante é a realização da feira livre, todas as quartas na Rua Coronel Figueiredo a partir da esquina com a Getúlio Vargas (ao lado de baixo da Catedral), que acaba congestionando ainda mais o trecho e aumentando o risco para motoristas e principalmente pedestres.

Deixe um Comentário