Política

Beto Richa deixa a prisão após decisão do STJ

(Foto: William Bittar / Rede Massa)

Massa News


O ex-governador do Paraná, Beto Richa, deixou na manhã desta sexta-feira (1°) o Complexo Médico Penal, em Piraquara. Ele foi preso há uma semana, durante a Operação Integração, que é um desdobramento da Operação Lava Jato e que investiga um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro na concessão de rodovias federais no Paraná.

A liberação de Beto Richa foi determinada na noite de quinta-feira (31) pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro João Otávio de Noronha. Ele ainda expediu uma ordem de salvo-conduto em favor de Beto Richa e do seu irmão, José Richa Filho, para que eles não sejam presos cautelarmente no âmbito da Operação Integração II.

(Foto: William Bittar / Rede Massa)
(Foto: William Bittar / Rede Massa)

Richa foi transferido para o Complexo Médico Penal na manhã de quinta-feira (31), por determinação do juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba. Até então ele estava no Regimento de Polícia Montada, em Curitiba.

Saída
Desta vez, Richa não falou com a imprensa ao sair da unidade e deixou o local em um carro branco.

Na primeira vez em que foi preso – durante a Operação Radiopatrulha, em setembro do ano passado – Richa fez uma declaração à imprensa em frente ao Regimento de Polícia Montada.

Deixe um Comentário