Paraná

Atunorpi promove reunião online sobre turismo no Norte Pioneiro

Distanciamento social não impede vídeo conferencias para debates sobre melhorias em projetos turísticos

Assessoria


A Associação Turística do Norte do Paraná (Atunorpi) realizou na quarta-feira (20) reunião em forma de vídeo conferencia pelo aplicativo Zoom para debater e falar sobre projetos turísticos na região do Norte Pioneiro.

A reunião teve presença de representantes de várias entidades que puderam acompanhar as ações já realizadas e as que ainda serão colocadas em prática na região. Em pauta estavam a Rota do Rosário, Rota do Café e Angra Doce, projetos de incentivo ao turismo no Norte Pioneiro do Paraná e Sudoeste do Estado de São Paulo.

O presidente da Atunorpi, Welington Trautwein Bergamaschi comandou a reunião e citou diversos detalhes das ações desenvolvidas. Ele iniciou a explanação onde citou os 1150 quilômetros percorridos em apenas três dias para a sinalização rodoviária em estradas estaduais e federais e toda a extensão da Rota do Rosário.

“Esta sinalização é de extrema importância para colocar a Rota do Rosário em evidencia no Norte Pioneiro e até no estado de São Paulo”, destacou Welington. O consultor da Atunorpi, João Gouveia Cezar ressaltou a importância. “Com isto a Rota do Rosário passa a ter uma identidade maior e ganha destaque nos cenários turístico estadual e federal”, destacou.

Segundo Welington, com a sinalização adequada, toda região irá ganhar. “o DER referendará todo nosso trabalho e toda região terá indicação das placas, sendo nas rodovias; estadual, as Polícias Rodoviárias Estadual e também Federal, desde as cidades, até os santuários em locais estratégicos. Exemplo: implantação de pórticos de sinalização próximo ao pedágio de Marques dos Reis, chegada por Ponta Grossa nos Campos Gerais e na ponte de Chavantes”, explicou.

Durante a reunião online também foi comentado sobre a importância da Rota do Café para o turismo regional, o projeto Angra Doce que comtempla cinco cidades do Paraná e 10 do estado de São Paulo e ainda sobre a Atunorpi ser correspondente da Fomento Paraná.

“Sendo correspondente poderemos ajudar mais empreendimentos a alavancar suas atividades, pois poderemos por meio da Fomento Paraná, conceder até R$ 20 milhões que ajudarão empreendedores a expandir hotéis, restaurantes, atrativos e alavancar o turismo na região”, finalizou o presidente da Atunorpi, Welington Bergamaschi.

Deixe um Comentário