Paraná

Atunorpi organiza concurso gastronômico no Norte Pioneiro

O presidente da Atunorpi, Welington Bergamaschi e o prefeito de Carlópolis, Hiroshi Kubo
CRÉDITO: DIVULGAÇÃO

Jivago França / JDS Comunicação


A Associação Turística do Norte Pioneiro do Paraná (Atunorpi) com sede em Andirá, realizou na última sexta-feira (7) em Carlópolis, a primeira reunião ordinária do ano, onde apresentou a proposta para a realização de um concurso gastronômico para escolha dos pratos oficiais dos municípios da região.

Participaram da reunião, representantes de vários municípios da região e até entidades ligadas ao governo estadual. A abertura contou com fala do presidente da Atunorpi, Welington Bergamaschi e do prefeito de Carlópolis, anfitrião do evento, Hiroshi Kubo.

“É muito importante consolidarmos um prato oficial para cada município, com isto iremos valorizar a cultura local, produtiva e ainda a agricultura familiar. Com os pratos oficiais o turismo gastronômico será fortalecido para todos os municípios”, destacou o presidente da Atunorpi, Welington Bergamaschi.

O presidente da Paranatur, João Jacob Mehl também esteve presente na reunião e salientou a importância das reuniões da associação serem itinerantes. “Carlópolis tem muitos atrativos turísticos, assim como a região toda. A Paranatur está focada em promover cada vez mais o interior do estado e estamos investindo nisto”, afirmou Mehl.

Outro ponto destaque da reunião, foi a presença do Chef e Coordenador do Senai Rodrigo Bernardes finalista do prêmio DÓLMÃ o “óscar” da gastronomia brasileira e que representa o Paraná a nível nacional. Ele comentou sobre a importância de se ter pratos regionais, oficiais de cada município. “Com esses pratos oficiais, desenvolve uma identidade gastronômica e turística para cada município a partir da gastronomia”, disse.

Durante a reunião ainda foi colocado a questão da Rota do Rosário, onde 90% está no Norte Pioneiro e 10% nos Campos Gerais. “Será feito um trabalho de peregrinação para mapear toda a rota com pontos de segurança, como viabilidade de pontos de água, banheiros, internet, hospedagem, alimentação, formar pacotes e dar maior segurança para quem for fazer a rota”, detalhou João Gouveia consultor da Atunorpi.

Segundo ele, é um planejamento já com pensamento em outubro quando a Rota do Rosário recebe uma homenagem da câmara legislativa federal. “Queremos levar alguns trechos da rota formatados com produto. Acreditamos que até julho tenhamos dois ou três trechos da Rota do Rosário estruturada já com pacotes e esses pontos de segurança”, frisou.

Apoio

Recentemente a diretoria da Atunorpi foi recebida pelo vice governador Darci Piana que se colocou a disposição para ajudar na questão do projeto Angra Doce e Rota do Rosário, com isto desenvolver ainda mais o turismo na região do Norte Pioneiro.

Deixe um Comentário