Educação Santo Antônio da Platina

Aluna da Escola Edith vence 7ª edição do Concurso Soletrando

Evento, que movimenta as escolas locais é promovido pelo Lions Clube de Santo Antônio da Platina

Fotos: Divulgação

De: Fábio Galhardi – Especial para a Tribuna do Vale


Na noite de quarta-feira, dia 9, aconteceu no auditório da Câmara de Vereadores, a etapa final da 7ª edição do Concurso Municipal Soletrando, promovido pelo Lions Clube de Santo Antônio da Platina. A vencedora foi à aluna Nathalia de Fátima Ferreira Batistute, do Colégio Estadual Edith de Souza Prado de Oliveira. Nestes setes anos do evento, o Colégio Edith conquistou três vezes o primeiro lugar.

A segunda etapa ocorreu no dia 12 de setembro. Eram 29 alunos inscritos e 27 compareceram para disputar os prêmios do concurso que já se tornou tradição no município e envolve os alunos dos 9º anos do Ensino Fundamental da rede estadual e privada de ensino.

Todos os colégios e escolas estaduais que trabalham com o 9º ano foram convidados. Por motivos particulares deixaram de competir este ano, alunos dos colégios estaduais Rio Branco e Ubaldino do Amaral e do particular Colégio Tia Ana Maria.

Os estabelecimentos de ensino participantes de 2019 foram: Escola Estadual Santa Terezinha, Colégio Estadual Edith de Souza Prado de Oliveira, Colégio Estadual Maria Dalila Pinto, Colégio Estadual Moralina Eleutério, Colégio Estadual Tiradentes e Colégio Casucha (este privado).

Elizabeth de Oliveira, que é a atual presidente do Lions, informa, que no mês de fevereiro, passou para as escolas os textos e as palavras que os alunos enfrentariam no concurso. A partir daí os professores de língua portuguesa se envolveram realizando a primeira etapa eliminatória interna dos estabelecimentos para chegar aos que se sobressaíssem para representar a escola no concurso Soletrando.

O Lions Clube esclarece que o concurso tem como objetivo incentivar os alunos a se dedicarem à leitura e escrita, buscando o aperfeiçoamento na língua portuguesa, despertando seus interesses para as novas regras ortográficas, bem como, valorizar e homenagear alunos e professores, que demonstram empenho e conhecimento. “Para este ano foram escolhidos quatro contos que puderam ser baixados pela Internet, facilitando e barateando os custos”, disse a presidente.

Os Contos foram: “O Peru de Natal”, de Mário de Andrade; “Clara dos Anjos”, de Lima Barreto; “Felicidade Clandestina”, de Clarice Lispector; e, “O Homem que Sabia Javanês”, de Lima Barreto.

Finalistas – Para a terceira etapa na noite do dia 9, foram classificados seis estudantes, sendo cinco meninas e um menino. Os finalistas foram: Gabrielle Mesquita (Colégio Moralina Eleutério), com acompanhamento da Professora Lucimara; – Halisson Ferreira da Cruz (Colégio Santa Terezinha), professora Angelita; – Letícia de Oliveira Candido (Colégio Casucha), professor Marcelo; – Maria Clara Lemes da Silva (Escola Santa Terezinha), professora Angelita Ferreira da Silva; – Nathália de Fátima Ferreira Batistute (Colégio Edith), professor Amauri; – Priscila da Silva (Colégio Edith), professor Amauri.

Vencedores – A final do Soletrando teve início às 19h40 e se encerrou às 21h20. Depois de uma competitiva disputa, os estudantes vencedores foram: 1º lugar: Nathália Batistute (Colégio Edith); 2º lugar: Halisson Cruz (Escola Santa Terezinha); 3º lugar: Maria Clara Silva (Escola Santa Terezinha).

A vencedora ganhou um aparelho de notebook, o mesmo acontecendo com o professor de Língua Portuguesa que orientou a aluna. A aluna que ficou com o segundo lugar e o terceiro colocado receberam, cada um, uma bicicleta. Em quarto lugar ficaram os demais alunos, empatados e, cada um, recebeu uma mochila como brinde. 

A associada do Lions, Maria José Melo, destacou que “este ano sentimos uma evolução muito importante dos estudantes, que proporcionaram um nível muito agradável para o Soletrando 2019. Os alunos estavam bem preparados e isso representa também um envolvimento muito importante dos professores responsáveis”.

Os prêmios e outros entregues aos alunos tiveram apoio institucional da Loja Gleide Presentes, Loja Ana Preta, Megatron Informática, Meu Livro Mega Store, SilvaGás, empresários Celso de Souza Schmidt e Valter Rennó.

Abertura

A abertura do Concurso foi marcada com o Hino Nacional, Hino do Lions “Ser Leão” e o Hino de Santo Antônio da Platina. Elizabeth de Oliveira fez o rito oficial e também invocando a Deus pela grandeza da pátria e pela paz entre os homens; em seguida nomeou José Barboza Filho como mestre de cerimônias e coube a ele convidar os sócios do Lions para comporem a mesa de trabalho que foi formada pelas associadas companheiras leão Maria Luiza Tanko, Elisiane Luna Malfati e Maria José de Lima Campos. A banca fiscalizadora contou com as associadas companheiras leão: Roseleia Cabral Esteves Barboza, Elizete de Oliveira, Maria Ramos Sigo, Mara, Lucimara e Cidinha. Representando a Secretaria Municipal de Educação do Município estava à servidora Luciana Marcelino de Aguiar e um jornalista.

Colégio Edith

A Diretora do Colégio Edith – que obteve três primeiros lugares nas sete edições do concurso – Eliane Cristina Batista Silvério, destacou a realização do evento, assinalando que “o Soletração, promovido pelo Lions Clube oportuniza aos alunos dos 9º anos de todas as escolas mostrarem o trabalho desenvolvido pelos professores de Língua Portuguesa quanto à soletração correta das palavras”. 

Ainda segundo ela, o trabalho desenvolvido pelos professores colabora com a leitura, amplia vocabulário oratório, elevação da autoestima, socialização, uma vez que os alunos vêm de realidades sociais diferentes. E concluiu: “a competição é saudável, pois todas estão em igualdade de condições. Há um grande interesse e estimulo por parte dos nossos alunos e professores em participar todos os anos deste concurso, sendo dado o suporte necessário da Equipe Diretiva”

A realização do Soletrando em Santo Antônio da Platina se deu após uma visita da atual presidente ao Soletrando em Cambará onde, segundo várias associadas companheiras leão, o evento é muito prestigiado com a presença de prefeito, vereadores, secretária de educação, empresários, diversos diretores e alunos, familiares dos estudantes e patrocínio de agência de cooperativa e muitos comerciantes. O convite para Elizabeth partiu de Ana Sinhorini, membro do Lions de Cambará.

Até a 5ª edição platinense, o concurso era aplicado por uma equipe do Lions Clube de Cambará, que correspondeu de 2013 a 2017. A partir do ano passado os associados do Lions Clube de Santo Antônio da Platina passaram a responder por toda a promoção e organização da solenidade. A escolha e a organização dos livros de contos e a relação das palavras para soletrar foi feita pelas integrantes da unidade cambaraenses.

Vereadores platinenses, prefeito e a secretária de Educação não compareceram. A vereadora Miriam Montanheiro, justificou a não presença durante o concurso, mas compareceu no final das premiações.

Soletrando – Através do Soletrando o aluno se envolve com o texto analisando a produção e a leitura e envolve-se pelo exercício de soletrar. É um procedimento importante para se familiarizar com os termos mais usados no seu dia a dia ou nos momentos em que escreve algo estando diante de uma riqueza de palavras que enriquecem o conteúdo produzido. 

Lions Clube – O Lions Clube Internacional é uma das maiores, senão a maior organização internacional de clubes de serviço do mundo, voltada para serviços humanitários. O Lions foi fundado por Melvin Jones e os membros denominados de associados companheiros(as) Leão.

Deixe um Comentário