Geral

Inadimplência cresce 6,19% no Paraná

Dados divulgados pela Faciap e SPC Brasil nesta segunda-feira, 11,  são relativos ao mês de março de 2022 em relação ao mesmo período de 2021

Assessoria

Levantamento da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) e SPC Brasil mostram que o número de consumidores inadimplentes do Paraná  aumentou 6,19% em março de 2022, em relação a março de 2021. O dado ficou acima da média da região Sul (5,26%) e acima da média nacional (6,14%). Na passagem de fevereiro para março, o número de devedores do Paraná cresceu 1,19%. Na região Sul, na mesma base de comparação, a variação foi de 1,13%.
Entretanto, o endividamento dos paranaenses caiu pelo terceiro mês consecutivo, 91% das famílias possuíam algum tipo de dívida no mês passado. O índice é 1,3 ponto percentual (p.p.) inferior aos 92,3% de fevereiro.
Faixa etária
 O levantamento mostra que o número de devedores com participação mais expressiva no Paraná, em março, foi o da faixa de 30 a 39 anos (25,10%). A participação dos devedores por sexo segue bem distribuída, sendo 50,40% mulheres e 49,60% homens. 
Em março de 2022, cada consumidor negativado do Estado devia, em média, R$ 4.090,87 na soma de todas as dívidas. Os dados ainda mostram que 29,96% dos consumidores tinham dívidas de valor de até R$ 500, percentual que chega a 45,19% quando se fala de dívidas de até R$ 1.000. O tempo médio de atraso dos devedores negativados do Paraná é igual a 27,5 meses, sendo que 33,75% dos de‐ vedores possuem tempo de inadimplência entre 1 a 3 anos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!