Geral

Hospital Regional
Funeas vai pagar salários
dos funcionários da UTI

Empresa Alfa Resgate abandonou à própria sorte cerca de 40 colaboradores, sem pagamento e indenizações

Da Redação

A Alfa Resgate, empresa credenciada pela Funeas – Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná, instituição vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), não cumpriu o que determina a lei de indenizar e pagar os salários de 40 trabalhadores que ela utilizava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Regional do Norte Pioneiro (HRNP), sediado em Santo Antônio da Platina, Norte Pioneiro do estado.

Por conta disso, segundo informações do presidente da Funeas, Marcelo Machado, a entidade resolveu suspender os repasses que faria para a Alfa Resgate e vai utilizar esses recursos para o pagamento dos funcionários da UTI, que foram dispensados pela credenciada com o fim do contrato com o governo estadual.

Ontem de manhã o clima entre os funcionários da UTI era de desespero. Eles não receberam até agora os salários referentes ao mês de fevereiro, que deveria ter sido pago até dia 8 deste mês e as indenizações trabalhistas, que deveriam ter sido pagas até quinta-feira, dia 17.

Uma técnica de enfermagem ouvida pela reportagem disse que uma diretora da Alfa causou ainda mais pânico com a informação de que a empresa não pagaria os funcionários enquanto não recebesse os repasses de recursos da Funeas e teria deixado claro ao colaboradores que buscassem seus direitos na justiça.

O presidente da Funeas, Marcelo Machado informou na manhã desta sexta-feira (18), que o contrato estabelece que a empresa tem que pagar os salários independente dos repasses da Secretaria de Saúde, porém, isso poderia ser feito, não fosse o clima de desconfiança com a Alfa pelos repetidos problemas causados pela firma ao longo de 2021. “Aliás, foram esses problemas que nos levaram a não renovar o contrato com a Alfa”, assinala

Em mensagem enviada por wattsapp, Machado informou que a Funeas havia decidido pagar os salários e as indenizações. “O Hospital está levantando a situação, mas já temos as informações dos holerites com valores e as contas dos funcionários. O pagamento será direto daqui pra eles”, informou.

Segundo o dirigente, a empresa não comprovou a regularidade de pagamentos e recolhimentos dos encargos, ou seja, não fizeram. “E não tendo feito, com o histórico que temos, com a previsão de contrato que eles têm que pagar em dia, independente do recebimento ou não do valor pela Funeas, não temos outra alternativa, diante da insegurança dos funcionários”, concluiu.

Todos os funcionários vinculados à Alfa Resgate foram aproveitados pela nova empresa credenciada pela Funeas, que pretende realizar concurso público ainda este ano para preenchimento de todos os cargos existentes no Hospital Regional do Norte Pioneiro e outras seis unidades mantidas pela instituição no Paraná.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!