Geral

Hospital Regional Funeas faz repasse para que a Alpha pague funcionários da UTI

Empresa foi descredenciada por vários problemas durante o contrato de gestão de mão-de-obra

Da Redação

O presidente da Funeas – Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná Marcello Machado, encaminhou à redação da Tribuna do Vale, no início da noite desta quarta-feira (23), uma nota oficial esclarecendo o caso envolvendo os funcionários da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Regional do Norte Pioneiro (HRNP), com sede em Santo Antônio da Platina, bem como informa que a instituição fez o repasse de recursos pra que a empresa Alfa Resgate efetua o pagamento das indenizações dos trabalhadores.

A Funeas há havia realizado o pagamento dos salários relativos ao mês de fevereiro, atrasados desde o dia 08 de março. A fundação, segundo seu presidente, fez o pagamento de forma emergência tendo em vista a situação de desespero dos trabalhadores, muitos dos quais com problemas familiares.

Veja a íntegra da Nota da Funeas

NOTA OFICIAL FUNEAS
HOSPITAL REGIONAL DO NORTE PIONEIRO

A Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná – FUNEAS, preza pela transparência em todas as suas ações, entre elas: a austeridade na aplicação dos recursos públicos, a prestação de contas aos órgãos competentes, o rigoroso cumprimento de contratos e suas cláusulas, e todas os demais regramentos que fazem da FUNEAS uma instituição reconhecida e respeitada.

No dia 08 de março, a FUNEAS foi surpreendida com uma mensagem encaminhada através do aplicativo whatsapp pelo sócio administrador da empresa ALFA RESGATE à Diretora de Enfermagem do Hospital Regional do Norte Pioneiro informando que só iria pagar seus colaboradores após o repasse da FUNEAS.

De acordo com o Contrato firmado com esta empresa, a obrigação da quitação dos salários e demais verbas trabalhistas é da empresa contratante. Não há vinculação entre o repasse da FUNEAS e o pagamento da empresa aos seus funcionários.

O que versa o contrato é que a FUNEAS tem até 15 dias úteis para fazer o repasse depois que a empresa emitir a nota fiscal de prestação de serviços e encaminhe a documentação comprobatória, o que ultrapassa o prazo que a empresa tem para a quitação da folha de pagamento, como é sabido por todos, deve ser feito até o quinto dia útil do mês seguinte.

Sendo que houve a rescisão do contrato de trabalho da empresa com a FUNEAS e que não há até o presente momento a comprovação de pagamento dos trabalhadores contratados pela empresa ALFA RESGATE, a FUNEAS, no sentido de garantir a segurança alimentar desses trabalhadores da empresa ALFA RESGATE, procedeu o pagamento deles diretamente em suas contas.

Isso foi necessário porque a empresa, mesmo após várias notificações por parte da FUNEAS, não realizou o pagamento. Na data de hoje a FUNEAS fez o repasse do restante do valor previsto em contrato com a condição que a empresa faça o pagamento das rescisões trabalhistas.

Destacamos que a FUNEAS preza pela agilidade no repasse dos recursos aos prestadores para que possam, da mesma forma, efetuar os pagamentos aos seus profissionais, porém, não é possível ultrapassar etapas que descumpram as exigências legais.

Ressalta-se, por fim, que a Diretoria Executiva da FUNEAS, junto com todos os seus colaboradores, vem trabalhando incansavelmente e tomando as medidas administrativas cabíveis para que situações como essa não se repitam no futuro.

Curitiba, 23 de março de 2022.

DIRETORIA EXECUTIVA DA FUNEAS

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!