CarlópolisCultura

Grupo de Teatro ‘Meninos do Bairro’ de Carlópolis comemora 18 anos

Simone Chiusoli – JR Diário

Meninos do Bairro: 18 anos de história e cultura popular
Fotos: Divulgação

Comandado pelo ator Maycon Cris, o “Grupo de Teatro Meninos do Bairro”, de Carlópolis, comemora no mês de setembro, 18 anos de atividade. Composto em 2003 por um grupo de jovens, atendendo um um convite da Secretaria da Saúde do Município para realizar peças de caráter educativo com objetivo de prevenção e conscientização de doenças como diabetes e hipertensão, entre outras, hoje o grupo encenas peças de várias temáticas.

Durante dois anos o grupo fez apresentações no Posto de Saúde, essencialmente para idosos. Após esta fase, o grupo se desfez, porém, o ator Maycon Cris, que sempre foi apaixonado pela cultura e a arte de representar, continuou o trabalho em outra esfera, para crianças e adolescentes com apresentações nas escolas.

O ator relembra que fez muitas peças principalmente em datas comemorativas, levando mais alegria e cultura para os alunos. As abordagens foram diversas, destacando o Folclore Brasileiro, Natal e principalmente o Dia das Crianças.

Maycon destaca ainda as peças de natureza preventiva em relação ao combate à Dengue e aos escorpiões. Atualmente o grupo tem 44 componentes de 8 a 17 anos, mas por conta da pandemia do coronavírus encontra-se impossibilitado de realizar as apresentações.

Explorando temas educativos, grupo interage com as crianças e adolescestes, seu público alvo

O diretor do Grupo se diz honrado pelo trabalho que vêm realizando nestes 18 anos. “Uma honra e orgulho estar completando 18 anos de trabalho intenso, onde passaram pela companhia vários adolescentes que hoje são pais, mães. Sempre agradeço a todos os que colaboraram até o momento, principalmente o comércio de Carlópolis”, declarou Maycon.

Ele ressalta que os investimentos e patrocínios subsidiam os figurinos, lanches, materiais diversos e que por muitas vezes o Poder Público teve participação, mas, em outras vezes o grupo caminhou sozinho. “Acredito ser difícil ter um apoio fixo da Secretaria da Cultura, mas ainda continuo grato e contando sempre com a ajuda do comércio e de venda de rifas, entre outras promoções beneficentes”, explicou.

No início da Pandemia, em 2020, o ator e sua equipe estavam com duas peças de teatro prontas, sendo uma para apresentação no aniversário da cidade, em 2 de abril, e, outra, direcionada ao público infantil dos CEMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil) , abordando o tema Educação Alimentar.

Ator e diretor do Grupo Meninos do Bairro

“Quando tudo parou, eu fiquei muito abalado, porque achei que o distanciamento social iria durar pouco. E não durou. Foi um grande sofrimento, não só por causa das apresentações, pois vivíamos ensaiando o tempo todo, criando um vínculo sólido, como se fosse uma família, como se fôssemos filhos, irmãos. Precisei até de terapia, não tenho vergonha de dizer isso, mas Graças a Deus, hoje estou mais calmo”, declarou Mycon.

O ator revelou também à reportagem, que sofreu muita perseguição nas redes sociais pelos “juízes monstros da internet” como ele próprio denominou, de pessoas conhecidas e anônimas que atacaram seu trabalho com crueldade, ironia e difamação. “Eu tranquei todos estes monstros dentro do armário e joguei a chave fora”, disse.

Maycon conta que sempre teve um cuidado muito especial com as crianças que participavam do teatro e os alunos em geral, questionando notas e comportamento dos mesmos e que, ainda com as barreiras por conta da pandemia, sempre procurou saber como estavam as crianças, conversando com alguns pais, preocupando-se com o comportamento e o dia-a-dia das crianças e adolescentes.

Focado nos resultados que a arte de representar pode oferecer, o ator destaca a melhora da autoestima, leitura, trabalho em equipe, expressão corporal, fala em público, percepção de espaço e perda da timidez. “É uma alegria muito grande ver uma criança ou adolescente falar para 200 ou 300 pessoas e ainda expressar-se com o corpo! Esta experiência vai ajudar muito na vida de cada um deles, sempre de uma maneira leve, informativa e educativa” ressaltou Maycon.

O ator, que trabalha temporariamente como costureiro na empresa Yellow Jeans quer continuar os projetos o mais breve possível e continuar contando com a confiança mútua da sociedade e o Poder Público de Carlópolis. Informa ainda o desejo ampliação do número de componentes do Grupo, sem distinções, nos horários de contraturno das escolas. Ressalta ainda que as crianças e os adolescentes de sua equipe merecem um prêmio por tanta dedicação e talento, por mostrar a importância desta formação e acolhimento no campo da Arte e por fim, buscar trazer à tona a esperança e o conforto, mesmo à distância do isolamento social.

“Que seja uma volta triunfante para as crianças, porque é preciso voar! Quero dizer que estou feliz e renovado com tudo isso, sabendo da importância de cada criança que passou no Grupo e que eles valem ouro. São 18 anos de Carlópolis, passando bravamente por várias escolas, prefeitos, diretores, equipes pedagógicas, pois a Arte escolhe bravamente os seus guerreiros e nós estamos dispostos a recomeçar, levando o nosso melhor, nossa alegria, nosso entretenimento e a informação através do Teatro”, finalizou.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios