CapaSanto Antonio da Platina

Funcionários do Hospital Regional
ainda não receberam indenizações

Funeas repassou para a Alfa Resgate os valores das indenizações, mas empresa deu calote em trabalhadores

Da redação

A empresa Alfa Resgate, que foi descredenciada do Hospital Regional do Norte Pioneiro (HRNP) pela Funeas – Fundação Estatal de Atenção em saúde Pública do Paraná, vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), até agora não pagou as indenizações dos cerca de 40 trabalhadores exonerados, embora já tenha recebido do Estado os valores referentes aos direitos trabalhistas.

Além das indenizações pelas demissões, os trabalhadores reclamam os oito dias remanescentes de março, as férias, mais um terço de férias, o FGTS juntamente com os 40 % de multa em caso de demissão sem justa causa, sem contar que, pelo tempo que estão esperando sem que suas carteira de trabalho tenham sido dado baixa, mais um salário mínimo por não terem respeitado o prazo para o acerto.

Pio de tudo é que a Funeas repassou parte desses valores à Alfa Resgate, que simplesmente abandonou os trabalhadores à própria sorte. Apenas seis funcionários que trabalharam na empresa descredenciada não foram aproveitados pela atual prestadora der serviços, mas os que continuam atuando no Hospital Regional, estão sem registro em carteira porque a contratante anterior não promoveu o desligamento.

“Na verdade, assim como eu que sou um dos poucos que a nova empresa não contratou, todos estão sem acerto! As carteiras estão conosco, porém sem dar baixa na empresa Alfa. Os diretores sumiram e ninguém dá satisfação”, desabafou um ex-funcionário na manhã desta quinta-feira (07).

O diretor presidente da Funeas, Marcello Machado, em contato por wattsapp, reconhece o drama dos trabalhadores, mas como estava em trânsito, a comunicação estava precária e não fui possível ele esclarecer melhor a situação.

Todos os funcionários que vivem o problema atuam na UTI – Unidade de Terapia Intensiva adulto exclusiva para tratamento de Covid-19

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!