Editora UENP realiza Primeiro Colóquio do Livro com lançamento de duas obras

Editora UENP

Durante o evento, foram lançados dois livros cujos autores são professores e ex-alunos de dois programas stricto sensu da UENP.

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) realizou, na segunda-feira, 26, o “Primeiro Colóquio do Livro: Primeiros Passos da Editora UENP”. No evento, que contou com a participação da reitora Fátima Aparecida da Cruz Padoan; do superintendente Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona; do gerente de Projetos da Fundação Araucária, Nilceu Jacob Deitos, do vice-reitor da UENP, Fabiano Gonçalves Costa; do diretor da Editora, Thiago Alves Valente, foi realizado o lançamento da versão impressa de dois livros publicados pela Editora.

O superintendente da Seti, Aldo Bona, ressaltou durante a fala que os esforços feitos num sentido de atender as demandas da UENP tem se traduzido em resultados expressivos já no curto prazo. “Quero parabenizar a UENP pela priorização no esforço de constituir uma editora universitária e desejar sucesso a esse empreendimento. Uma universidade é um local de produção do saber, do conhecimento, e ter uma editora para poder publicar aquilo que se produz, sem dúvida nenhuma é relevante e é parte da consolidação de uma universidade”, disse o superintendente.

A reitora da UENP, Fátima Padoan, recordou que os primeiros livros físicos da UENP estão sendo lançados no ano em que a Universidade completa 15 anos de história, momento de consolidação da Instituição e do seu papel articular para o desenvolvimento do Norte do Estado. “Com a Editora UENP, passamos a atuar num importante segmento que possibilitará a nossa Universidade fomentar a publicação de produções intelectuais de nossa comunidade acadêmica ou externa, com qualidade, relevância e rigor científico em publicações bibliográficas”, ressaltou.

O gerente de projetos da Fundação Araucária, Nilceu Jacob Deitos, parabenizou a UENP e destacou o legado que a Editora deixará. “Na Editora, as pessoas e as gestões passarão, mas aquilo que a editora publicar, jamais passará, ficará eternamente, é o melhor legado que podemos deixar para as próximas gerações. Muito obrigado pelo bom uso do recurso público que vocês têm feito”, destacou Nilceu.

O diretor da Editora UENP, Thiago Alves Valente, acentuou que o Colóquio é o início da constituição de um espaço para se conversar sobre o livro como objeto cultural, acadêmico e científico fundamental, bem como todo o universo que envolve o tema. “Essa noite é especial, pois os livros publicados representam a valorização da produção acadêmica e científica da UENP e este momento, a estruturação e valorização da Editora”, disse o diretor.

“Ainda que não se tenhamos alcançado a plena estruturação do que está previsto no planejamento da Universidade para Editora, nós avançamos muito, sobretudo nessa gestão e a anterior da reitora Fátima, que foi um momento que, aquilo que era proposta, passou a ser estruturado, com liberação de docentes para trabalhar, liberação de espaço e busca de fomento”, frisou o diretor.

O Conselho Editorial da Editora UENP é formado pelos professores Ilton Garcia da Costa (Ciências Sociais Aplicadas), Márcio Luiz Carreri (Ciências Humanas), Marilúcia dos Santos Domingos Striquer (Linguística, Letras e Artes), Teresinha Esteves da Silveira Reis (Ciências Agrárias), Luiz Fabiano Zanatta (Ciências da Saúde). Compõem também a equipe da Editora UENP, Annecy Tojeiro Giordani, diretora de produção; Priscila Aparecida Borges Ferreira Pires, Assistente Editorial; Raquel Gamero, assistente Editorial; Diná Tereza de Brito, revisora; e Jean Arruda, secretário.

Lançamentos

Durante o evento, foram lançados dois livros cujos autores são professores e ex-alunos de dois programas stricto sensu da UENP: do Mestrado Profissional em Ensino (PPGEN) e do Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS). A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da UENP, Vanderléia da Silva Oliveira, parabenizou os organizadores e autores pelo compromisso que tiveram com o projeto de editoração e com os programas a que se vinculam.

“Quero destacar a relevância da produção científica da UENP, que abrange várias áreas do conhecimento e tem resultado em bons frutos. A Editora UENP assume papel de destaque, por ser o espaço que irá oportunizar a divulgação e socialização dessas produções, tanto das pesquisas desenvolvidas nos programas de pós-graduação quanto pelos demais pesquisadores, divulgação essa que é muito significativa, não apenas dentro e para a UENP, mas, sobretudo, por oportunizar a troca de saberes com as demais instituições estaduais, nacionais e internacionais, e comunidade em geral”, ressaltou a pró-reitora.

A obra lançada pelo PPGEN tem como título Ensino Como Prática Investigativa: Reflexões Teóricas, Metodológicas e Didáticas, volumes 1 e 2, e é composta por pesquisas teóricas e produtos educacionais desenvolvidos no âmbito do ensino, elaborados por docentes e discentes do PPGEN. Segundo a professora Simone Luccas, uma das organizadoras do livro, os trabalhos foram desenvolvidos com a intenção de aproximar as investigações realizadas pela academia científica e a prática executada em sala de aula. “Todos os capítulos foram planejados e implementados tanto no âmbito da educação básica quanto do ensino superior, característica essa que constitui a essência dos mestrados profissionais”, destacou.

O livro organizado pelo PROFLETRAS, Linguagens na Escola: Práticas no Ensino de Língua Portuguesa e Literatura, dá seguimento a publicações anteriores (“Literatura na escola: contextos e práticas em sala de aula” e “Propostas didáticas para o ensino da Língua Portuguesa”). A obra se divide em duas partes: a primeira traz relatos de experiências e resultados de pesquisa de intervenção na área de Língua Portuguesa e a segunda, propostas relacionadas ao ensino de Literatura. “A obra evidencia o esforço em implementar práticas resultantes de investigação teórica sólida na área de linguagens”, explica uma das organizadoras do livro, professora Vanderléia Oliveira.

Os lançamentos dos livros realizados pela Editora UENP foram financiados pela Fundação Araucária, por meio do “Programa de Apoio a Publicações Científicas – fortalecimento de editoras”, destinado a apoiar editoras mantidas pelas Instituições de Ensino Superior Públicas, dentre outras, a fim de produzir publicações de relevância para o desenvolvimento científico e tecnológico em meio impresso e/ou digital. O recurso permitirá, até o final do convênio, o lançamento de ao menos 10 títulos, contemplando todos os programas de pós-graduação da UENP. “Por todo esse apoio, faço um agradecimento especial à Fundação Araucária que, por meio desse edital, viabilizou as publicações das primeiras obras da Editora UENP”, agradeceu a reitora Fátima Padoan.

Premiação

A solenidade contou com a premiação da logomarca da Editora. “A proposta vencedora, produzida pela artista Mazi Moreto, trouxe a identidade visual capaz de dialogar com a comunidade acadêmica e a sociedade em geral, sobre o conceito, valores, atributos e a personalidade de uma editora universitária”, explicou a professora Priscila Borges. A vencedora do concurso recebeu uma obra do artista plástico jacarezinhense, Jucelino Biagini. O evento contou ainda com apresentação cultural do artista Eduardo Lopes Touché, de Cornélio Procópio.

Assista ao Primeiro Colóquio do Livro: Primeiros Passos da Editora UENP – AQUI.

Sair da versão mobile