Cadernos

Condições atuais da economia preocupam comerciantes paranaenses

Índice de Confiança do Empresário do Comércio cai pelo segundo mês

Assessoria

As condições atuais da economia preocupam os empresários paranaenses do comércio. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), aferido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), caiu 0,8% em novembro. Com 125 pontos, esta é a segunda redução do indicador, que vinha num crescente de maio a setembro, interrompido em outubro.

O subindicador que vem afetando o índice de confiança dos empreendedores é o que retrata as Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC), em que os entrevistados avaliam a situação presente da economia, do comércio e das empresas comerciais. Esse quesito teve queda mensal de 4,6%, principalmente pela avaliação negativa sobre as atuais condições econômicas vivenciadas no país, que têm causado muitas dificuldades para o setor produtivo, e foi avaliado como insatisfatório (abaixo de 100 pontos), marcando 99,6 pontos.

Mesmo assim, as Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC) tiveram ligeiro aumento de 0,6%, assim como os Investimentos do Empresário do Comércio (IIEC), que apresentaram elevação de 0,6%.

Os comerciantes paranaenses planejam investir novamente na contratação de funcionários, fator que cresceu 0,8% de outubro para novembro, sobretudo em função do movimento adicional esperado para o Natal e fim do ano.

As empresas de médio e grande porte (mais de 50 empregados) são as mais confiantes, com 132,1 pontos, ante 124,9 pontos entre as empresas de menor porte (até 50 funcionários).

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios