Geral

Com foco na qualificação da pesquisa, UENP abre cadastro para consultores acadêmicos

O objetivo é recompor o banco de avaliadores para contribuir com pareceres técnico-científicos em atividades de extensão e pesquisa desenvolvidas pela instituição em 2022.

Com foco na qualificação da pesquisa e extensão, UENP abre cadastro para consultores ad hoc –

AEN

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) está cadastrando consultores ad hoc (atividade colaborativa, voluntária, específica e eventual) com experiências acadêmicas e profissionais em diversas áreas. A ação é destinada a professores de instituições de ensino superior, públicas e privadas, com titulações em nível de mestrado e doutorado. O cadastro é de fluxo contínuo e os interessados devem preencher um formulário online

O objetivo é recompor o banco de avaliadores da UENP para contribuir com pareceres técnico-científicos em atividades de extensão e pesquisa desenvolvidas pela instituição em 2022. Com independência e neutralidade, esses consultores vão auxiliar, especificamente, nas instâncias decisórias das pró-reitorias de Extensão e Cultura (Proec) e de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPG), qualificando a atuação da universidade com base em evidências científicas.

A iniciativa contempla as seguintes áreas do conhecimento: comunicação; cultura; direitos humanos e justiça; educação; meio ambiente; saúde; tecnologia e produção; trabalho; ciências exatas e da terra; ciências biológicas; ciências da saúde; ciências agrárias; ciências sociais aplicadas; ciências humanas; linguística, letras e artes.

A pró-reitora de Extensão e Cultura, professora Simone Castanho, destaca as boas práticas na avaliação extensionista. “É de suma importância verificar se as atividades propostas estão sendo balizadas pelas diretrizes que contemplam a extensão universitária. Por isso, esse banco de cadastro de avaliadores pretende elevar a qualidade da extensão universitária, que gradativamente tem apresentado número significativo de propostas”, afirma.

Para a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Vanderléia Oliveira, a avaliação de ações científicas envolve perspectivas multidisciplinares. “A composição de um banco de avaliadores ad hoc é muito importante para a análise de projetos de pesquisas voltados à iniciação científica, assim como a pesquisa básica e aplicada. Essa qualificação avaliativa se baseia pela transparência e pelos méritos das propostas em diferentes áreas de conhecimento”, diz.

As consultorias ad hoc consistem em uma atividade voluntária e eventual, e não configuram qualquer tipo de vínculo empregatício com a administração pública. Todos receberão certificados pela UENP, com carga horária de quatro horas para cada proposta avaliada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!