Destaques

Com Bolsonaro, renda do trabalhador andou de ré, diz Romanelli

Assessoria

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) afirmou nesta terça-feira, 10, que a política econômica do governo federal é um fracasso e a prova disso é a perda do poder de compra do trabalhador. “Renda do trabalhador andou de ré nestes quatro anos do governo Jair Bolsonaro”, disse.

Um levantamento da corretora de valores Tullett Prebon Brasil revela que Bolsonaro será o primeiro presidente deste a implantação do Plano Real que deixará como legado um salário mínimo valendo menos do que valia quando ele assumiu. O estudo mostra que o poder de compra do mínimo deve ser 1,7% menor no fim de 2022 em relação ao que era em 2019.

“Há um conjunto de desmandos na economia que pressionam a renda do trabalhador para baixo. O salário mínimo nacional não atende às necessidades básicas das famílias e a inflação corrói ainda mais o poder de compra. É um ciclo perverso que este governo está promovendo, do qual não consegue sair por incapacidade de gestão”, avalia Romanelli.

O deputado lembra que o Paraná criou uma política para o piso regional que permitiu manter a renda mínima de diversas categorias de trabalhadores bem acima do salário mínimo regional. “Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, trabalhadores e empresários encontraram uma solução para que o Paraná mantenha uma política de valorização do trabalhador”.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!