Geral

Cobrança e recuperação de crédito pode auxiliar empresas a se reerguer financeiramente 

A Advogada Dra. Lorrana Gomes reforça a necessidade de realizar a cobrança de clientes inadimplentes

A inadimplência, ou seja, o não pagamento de uma conta ou dívida, é uma das maiores preocupações das empresas, já que o empresário, ao não receber o valor do produto ou ser viço vendido, pode atrasar os seus próprios pagamentos, colocando, assim, o seu empreendimento em risco. Para lidar com essa questão, as empresas podem utilizar a cobrança e a recuperação de crédito como estratégias para garantir a manutenção da saúde financeira dos negócios. 

As operações de cobrança geralmente são realizadas em razão de um determinado valor devido pelo consumidor. De forma resumida, elas são usadas para cobrar ou renegociar uma dívida específica, e geralmente são feitas de forma amistosa. Porém, a quantia pode vir a ser protestada na justiça, caso não seja paga mesmo após a empresa oferecer os melhores caminhos ao cliente inadimplente. 

Nos casos das empresas que se esquecem desses clientes, uma das alternativas para que elas possam se reerguer financeiramente e recuperar o valor devido, é realizar a cobrança dos inadimplentes. A advogada Dra. Lorrana Gomes explica que existem várias formas de realizar cobranças judiciais, e mesmo que não exista contrato relacionado ao produto ou serviço, é possível entrar com uma ação caso existam outras provas escritas da dívida, como e-mails, conversas de WhatsApp, entre outros. 

Além disso, a estratégia de recuperação de crédito também auxilia no restabelecimento financeiro dessas empresas. Diferente da operação de cobrança, o intuito da recuperação é ajudar o inadimplente a liquidar as dívidas e regularizar sua situação, porém, nesse processo, um dos objetivos da empresa é também receber o dinheiro que o cliente lhe deve, já que a inadimplência compromete o orçamento mensal dos credores. 

“Então, a recuperação de crédito pode ser uma solução para as empresas, e a cobrança de clientes inadimplentes pode ajudar no ponto de vista financeiro, na parte da contabilidade da empresa porque, às vezes, a empresa está sem fundo de caixa, não está tendo lucro, mas tem muito cliente inadimplente que acaba sendo deixado de lado. Mas, se a empresa tentou n egociar extrajudicialmente, tentou medidas com negativação e não deu certo, entrar com uma ação judicial pode ser uma alternativa”, finaliza Lorrana.

Sobre a Dra. Lorrana Gomes

Lorrana Gomes, Advogada e Consultora Jurídica, inscrita sob a OAB/MG188.162, fundadora do escritório de Advocacia L Gomes Advogados (full service). Graduada em Direito pela Escola Superior Dom Helder Câmara e pós graduanda em Direito Previdenciário e Lei Geral de Proteção de Dados, além de ser autora de diversos artigos jurídicos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!