EconomiaEditorias

Caged: Brasil gerou 328,5 mil empregos em fevereiro deste ano, a maior geração mensal de empregos formais desde agosto de 2021

De Gianlucca Cenciarelli Gattai

O Ministério do Trabalho e Previdência anunciou na manhã desta terça-feira (29) que o Brasil gerou 328,5 mil empregos com carteira assinada em fevereiro deste ano. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Eles representam queda na comparação com fevereiro de 2021, quando foram criados 397,5 mil empregos formais.

Ao todo, no mês passado, o país registrou:

2.013.143 contratações;
1.684.636 demissões.
O resultado representa a maior geração mensal de empregos formais desde agosto de 2021, quando as contratações superaram as demissões em 383 mil vagas.

Em janeiro deste ano, a abertura de vagas formais já havia registrado desaceleração.

Ainda de acordo com o ministério, foram criadas 478,9 mil de vagas no acumulado do primeiro bimestre deste ano.

No mesmo período ano passado, havia sido abertos 651,8 mil empregos com carteira assinada. Com isso, a geração de empregos na economia desacelerou nos dois primeiros meses de 2022.

Ao final de fevereiro de 2022, o Brasil tinha saldo de 41,2 milhões de empregos com carteira assinada. Isso representa aumento na comparação com janeiro deste ano (40,9 milhões de empregos) e, também, com fevereiro de 2021, quando o saldo estava em 38,6 milhões.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!