Auxílio Emergencial

Trabalhadores informais terão nova ajuda financeira com fim do auxílio emergencial

Proposta de implementar o BIP nasceu em fevereiro quando Guedes tentou fazer mudanças nos novos pagamentos do auxílio emergencial.

Edital Concursos Brasil


Um novo programa social chamado de Bônus de Inclusão Produtiva (BIP) deve ser lançado após o pagamento do auxílio emergencial, como voltou a prometer o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quarta-feira, 28. “Nós devemos a eles também ferramentas de sobrevivência nos próximos meses enquanto fazemos a vacinação [contra a Covid-19] em massa”, disse o ministro.

A proposta de implementar o BIP nasceu em fevereiro quando a equipe econômica tentou fazer mudanças nos novos pagamentos do auxílio emergencial. A intenção era que o recebimento do auxílio pudesse ser associado a uma formação como cursos técnicos aos beneficiários que possuem baixo nível de qualificação.

De acordo com integrantes do governo, o plano associa o auxílio ao novo programa Carteira Verde e Amarela, que deve ser relançado pelo para diminuir tributos trabalhistas e estimular a formalização de pessoas de baixa renda.

40 milhões de trabalhadores informais

Atualmente, o governo calcula que há cerca de 40 milhões de trabalhadores informais no país. Sem dar detalhes sobre o assunto, Guedes disse que o Brasil não conta com um mercado de trabalho formal mais amplo por causa da legislação trabalhista obsoleta.

De acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, as novas medidas a serem lançadas pelo governo estão sendo avaliadas pelo Ministério da Cidadania, enquanto que a Economia analisará as questões orçamentárias e as mudanças na legislação trabalhista.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo