Lei prevê restrições para quem não quiser se vacinar contra a Covid-19

Da Assessoria


Os deputados estaduais Alexandre Curi (PSB), Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Claudio Romanelli (PSB) apresentaram, nesta terça-feira (27), um projeto de lei para incentivar a imunização completa da população paranaense contra a Covid-19 e penalizar as pessoas que não se vacinarem após o término de todas as fases de aplicação.

O texto determina a proibição do acesso de pessoas não vacinadas em creches, escolas, universidades públicas e particulares e em ônibus, trens, aviões e embarcações e outros modais de transporte. Também impõe restrições para a obtenção de documentos públicos, inscrição em concursos públicos e em cargos públicos e em demais modalidades relacionadas ao Estado.

O deputado Romanelli explica que o projeto de lei busca estabelecer mecanismos para assegurar que o maior número de paranaenses sejam imunizados.

“A vacinação é o verdadeiro tratamento preventivo. O poder público precisa incentivar a imunização total da população com a garantia das doses e também cobrar a efetiva aplicação delas”.

Segundo Romanelli, quando uma pessoa decide não se vacinar, ela não está decidindo apenas sobre sua vida, mas sobre a vida de outras pessoas também. “Vacinar é um pacto coletivo de saúde pública, é a maior arma no combate a diversas doenças, entre elas a Covid-19”, reforça.