ONG promove vacinação de animais resgatados em Ribeirão Claro

131 cães e gatos vão receber vacinas e vermífugos para controle de parasitas e evitar contrair doenças infecciosas

Da Redação com Assessoria

58 gatos e 73 cães receberão vacinas e parasitários neste domingo, 18
CRÉDITO: Assessoria

A Organização Não Governamental (ONG) Direito à Vida, de Ribeirão Claro, vai promover neste domingo, 18, a vacinação, vermifugação e prevenção de parasitas em 58 gatos e 73 cães. A campanha de proteção aos animais foi conquistada com arrecadação de uma Ação Entre Amigos, com doações do jogador do Bragantino, Leandro Nunes, que é natural de Ribeirão Claro. O atleta doou uma camisa oficial do time e uma chuteira Mutator Predator da Adidas, colaborando desta forma para o bem-estar dos animais abrigados.  

A mobilização da campanha com apoio de voluntários nas redes sociais teve grande adesão, foram vendidos 500 bilhetes no valor de R$10 cada em menos de 30 dias. A equipe da ONG explica que a campanha emergencial foi necessária para conter uma contaminação de rinotraqueíte viral felina no gatil, que levou a morte de 24 animais em 10 dias.

A ação será de responsabilidade da entidade e todos os animais estão disponíveis para adoção. A vacinação será feita pelo responsável técnico do canil mantido pela entidade, o veterinário Jurandir Machado Júnior, da Clínica Veterinária de Carlópolis. O profissional destaca que a vacinação anual é imprescindível para qualquer animal para evitar contrair doenças.

A presidente da ONG, Márcia Carvalho Baggio agradece a todos os voluntários pelo empenho e faz um apelo para que a população continue apoiando a entidade. “Estamos passando por um momento muito difícil. A pandemia explodiu o número de abandonos e estamos sem espaço para abrigar animais resgatados. Os valores de ração sobem a cada dois meses e as adoções diminuíram muito”, lamenta.

A ONG Direito a Vida, recebe ajuda anual da Prefeitura, no valor de R$ 30 mil, para alimentação e castrações. Mas como os gastos são em torno de R$ 80 mil, a entidade tem cofrinhos espalhados pelo comércio da cidade e mantém um bazar permanente de roupas usadas pelo WhatsApp para aumentar a arrecadação. Antes da pandemia, a entidade realizava ações como noite do pastel, bazar físico e pedágio, mas por hora, estão suspensas.

Aceitam doações de ração e qualquer ajuda financeira pelo PIX: 11899724000135 ou transferência bancária para a conta poupança da Caixa Econômica Federal, Agência: 0402, Operação: 013, Conta Poupança: 3512-0. Interessados em adotar um animal, podem entrar em contato com a voluntária, Joelma Camargo, por meio do telefone (41) 9646-0181.