Santo Antônio completa 48h sem óbito por coronavírus e queda nos casos ativos pelo terceiro dia consecutivo

NOTÍCIA BOA
Secretária de Saúde avalia que números trazem alento à população, mas projeção para abril ainda preocupa

Tá no Site


O município de Santo Antônio da Platina completou 48 horas sem mortes por complicações da Covid-19. O boletim epidemiológico desta quinta-feira (8) também mostra queda no número de casos ativos pelo terceiro dia consecutivo. A secretária municipal de Saúde, Gislaine Galvão, avalia que números trazem alento à população, mas projeção para abril ainda preocupa.

De acordo com o informe, 392 moradores estão com o vírus ativo. Apesar da queda nos casos, ainda chama a atenção o número de hospitalizados e de casos suspeitos: 25 e 345, respectivamente.

O boletim epidemiológico desta quinta-feira mostra 68 mortes por complicações da doença, um a mais que o dia anterior, porém, trata-se de óbito já informado anteriormente pela imprensa, cuja declaração foi apresenta somente agora.

A secretária municipal de Saúde, Gislaine Galvão, avalia que a queda no número de óbitos e casos ativos é resultado de uma série de fatores. “O aumento das fiscalizações por meio das Ações Integradas de Fiscalização Urbana (AIFU), autuações contra infratores e a conscientização da população explicam os números, o que não significa em hipótese alguma o relaxamento das medidas sanitárias e de distanciamento social, que devem ser permanentes até que todos sejam imunizados e novos protocolos sejam apresentados pelos órgão competentes”, adverte.

Gislaine alerta que apesar dos números trazerem um alento à população, a projeção da Secretaria de Estado da Saúde é de aumento exponencial de novos casos e óbitos em todo o Paraná no mês de abril. “Ainda teremos dias muito difíceis pela frente, portanto é fundamental que cada um continue fazendo a sua parte. O município ainda permanece em classificação vermelha, o cenário é bastante crítico. Temos três pacientes intubados no pronto-socorro e outros dois aguardando vaga em UTI pela Central de Leitos.

Central de Monitoramento

A secretária conclui pedindo à população que atenda os profissionais da saúde que trabalham na Central de Monitoramento para casos suspeitos e positivos de Covid-19. “É muito importante que a população atenda as ligações e mensagens via WhatsApp para receber as orientações sobre a doença. Preparamos uma equipe específica para essa finalidade. Trata-se de prevenção e orientação, ações fundamentais para enfretamento à pandemia e que estão à disposição dos moradores”, explica Gislaine.